Links


AS ESCOLHAS DE...


FÁTIMA LAMBERT

Artecapital

2014-06-17



 

 

 

Fátima Lambert

Curadora

_________________________________________________________________________________________________

 

 

 

Qual a ultima boa exposição que viu?

A exposição da Mira Schendel em Serralves (Porto): seleção de obras relevantes, sendo que algumas das peças são difíceis de montar, pedindo atenção aos detalhes, à iluminação e à localização adequadas... Mas, em Serralves, resultou bem no geral. É interessante proceder por confronto, quando se vêm as mesmas peças em montagens diferentes e locais, cujas arquiteturas se apresentam bem díspares…caso dos “Sarrafos” na coletiva mostrada, por ocasião da Bienal do Mercosul de 2005, no Santander Cultural de Porto Alegre (Rio Grande do Sul); das “Droguinhas” e do “Trenzinho” no Reina Sofia (exposição “alfabeto enfurecido” Mira Schendel e Leon Ferrari, 2010) e agora, aqui em Portugal, num espaço nem sempre é fácil, como é o museu de Serralves…ficamos com a certeza que as obras residem em si mesmas, persistem na sua identidade, levitando novas imagens que delas temos, consoante os lugares que as recebem…

 

 


Que livro está a ler?

A reler alguns poemas de Capitale de la Douleur de Paul Éluard, enviesado ao Poema à Duração de Peter Handke e pedindo-me estes que eu leia de novo as Marcas de Água de Josif Brodsky.

 

 


Que música está no topo da sua playlist actual?

Concerto para piano K466 de Mozart – Friedrich Gulda (piano e direção orquestra em Munique, 1986); Lhasa - Rising; Youssou n’Dour – Seven seconds; Marianne Faithfull – Crazy Love; Caetano Veloso – Você não me ensinou a te esquecer e assim por aí adiante…


Um filme da última década que gostaria de rever…

Os diários de Che Guevara, de preferência com o amigo que então me acompanhou.

 

 


O que deve mudar?

Limito-me, aqui, a considerar apenas o que é mais diretamente constitutivo, relacionável aos domínios das artes, cultura…que o mesmo é dizer, ao que torna as pessoas mais gente…pois só acredito numa estética de radicações antropológicas e societárias, ou seja, o que absorve quer o sujeito que é autor, quer os sujeitos que são espetadores, aqueles integram o público... O que deve mudar, para que tudo fique na mesma…diria o Príncipe, Don Fabrizio (de Salina) em Il Gatopardo de Giuseppe Tomasi di Lampedusa by Luchino Visconti. Então: precisa haver uma dignificação das práticas culturais, mediante a sistematização efetiva de políticas culturais – coerentes, pensadas e exigentes…

 

 


O que deve ficar na mesma?

O que deve mudar, para que tudo fique na mesma… diria o Príncipe em Il Gatopardo de Visconti (for short). Deve permanecer aquilo que propicie uma maior dignificação da pessoa individual na sociedade, mediante o exercício da interrogação, do questionamento dos valores para uma consciência crítica e criativa nos domínios socioculturais – por parte de todos que somos público, pois não se escapa a sê-lo num ou outro momento e contexto, mesmo quando sejam pessoas=produtores e autores…


Qual foi a primeira obra de arte que teve importância real para si?

A 1ª obra de arte que teve importância, a que me propiciou a dita “experiência estética”, quando eu era criança, foi O desterrado de Soares dos Reis (durante uma visita com a turminha do 5º ou 6º ano da École Françoise ao Museu que lhe tomou o nome)… Não resisti e, no final, lá fui à receção/loja e comprei o diapositivo com o dinheiro que a minha Mãe me tinha dado… ainda tenho esse slide até hoje; em adulta, marcou-me (definitivamente) ver com todo o tempo disponível as esculturas de Maillol, as pinturas de Picasso, os desenhos de Paul Klee, o desfazer geométrico-abstrato de Mondrian, isso já nos Museus de Barcelona, por onde então ia também vivendo.

 

 


Qual a próxima viagem a fazer?

A São Paulo, via Rio de Janeiro ou vice-versa. Mas, desta vez, quero viajar fazendo uma etapa antes de mergulhar em meio de amigos e trabalho – nem que seja por um dia – em Salvador da Bahia.


O que imagina que poderia fazer se não fizesse o que faz?

Talvez desenvolver trabalho relacionado à dança/performance; mas afinal, também leciono (teoria) estética da dança e dancei até aos 30 anos…; na realidade, acho que poderia fazer algum que seria de bem próximo àquilo que faço…quereria dispor de mais tempo para pesquisa individual sem estar em estado de sobreposição...


Se receber um amigo de fora por um dia, que programa faria com ele?

Desde abril deste ano, quase todas as semanas, tenho recebido amigos/artistas do Brasil, por conta de uma curadoria de residências artísticas na fábrica de cerâmica de S. Bernardo (Alcobaça): num dia de 16horas…por assim contar…, almoça-se no rest. António Padeiro, visita-se o Mosteiro; segue-se para Óbidos “village” (….”medo”… o susto que apanhei com a feira medieval… desta última vez que lá fui, na semana passada); depois, a lagoa de Óbidos, subindo até às falésias da praia do bom sucesso (tentando não atolar o carro na areia - como aconteceu há 3 semanas atrás…) e de novo em direção às caldas da rainha, paragem na pastelaria machado e “incursão” na loja da bordalo pinheiro (outlet …de preferência…); então, para fechar a tarde, back on the road…ah, poderia mostrar-lhe, ainda, a igreja do senhor da pedra também… (faça-se a tradução mapeada para locais “análogos” em Lx ou Porto…incluindo tópicos específicos, por certo…)

 

 


A sua última obsessão...

A obsessão mais recente consiste numa campanha – por assim dizer filosófica – que se traduz em conciliar o nietzsche com a simone de beauvoir – são os meus 2 gatos… que ainda não socializam bem….
Por outro lado, estou compulsivamente a querer dançar tango com estilo…


Quais os seus projetos para o futuro?

Dar continuidade às curadorias, textos, aulas e, por certo, concretizar as viagens em falta…

 




Outros artigos:

2019-10-18


Beatriz Albuquerque
 

2019-07-13


THIERRY FERREIRA
 

2019-05-30


ANDREIA GARCIA
 

2019-04-01


Julia Flamingo
 

2019-02-01


CECÍLIA SILVEIRA
 

2018-10-28


LEONOR VEIGA
 

2018-09-28


LUDGERO ALMEIDA
 

2018-08-23


ADRIANA MOLDER
 

2018-06-27


VÂNIA ROVISCO
 

2018-05-29


ANA BALONA DE OLIVEIRA
 

2018-04-18


AIRES DE GAMEIRO
 

2018-03-17


PEDRO PIRES
 

2018-01-26


RUI NETO
 

2017-12-22


EUNICE GONÇALVES DUARTE
 

2017-11-18


ILIDIO CANDJA CANDJA
 

2017-10-16


RUI GUEIFÃO
 

2017-09-02


DIOGO DA CRUZ
 

2017-07-26


FRANCISCO CAMACHO
 

2017-06-29


MIGUEL BONNEVILLE
 

2017-05-31


JOSÉ FILIPE COSTA
 

2017-04-27


INÊS TELES
 

2017-03-24


MARIA JOÃO MACHADO
 

2017-02-11


JOÃO LAGARTO
 

2017-01-17


MIGUEL CLARA VASCONCELOS
 

2016-12-15


ANDREA BRANDÃO
 

2016-11-09


SÓNIA BAPTISTA
 

2016-10-02


DANIEL JONAS
 

2016-07-27


SÃO JOSÉ CORREIA
 

2016-06-28


BRUNO CIDRA
 

2016-05-17


ANDRÉ ROMÃO
 

2016-04-23


ELISA PÔNE
 

2016-03-15


SOFIA MARÇAL
 

2016-02-11


JORGE DA COSTA
 

2015-12-31


MÁRIO TEIXEIRA DA SILVA
 

2015-11-30


FABRICE ZIEGLER
 

2015-10-21


PEDRO BERNARDES
 

2015-09-16


CRISTINA ATAÍDE
 

2015-07-28


BÁRBARA FONTE
 

2015-06-24


ÂNGELA FERREIRA
 

2015-05-10


SÃO TRINDADE
 

2015-04-13


JOSÉ RAPOSO
 

2015-03-17


LUÍS SILVA
 

2015-02-09


JOSÉ MAIA | MANUEL SANTOS MAIA
 

2015-01-06


JOÃO PINHARANDA
 

2014-12-03


JOSÉ MAÇÃS DE CARVALHO
 

2014-11-08


NAMALIMBA COELHO
 

2014-09-26


RITA BARROS
 

2014-09-02


ALBUQUERQUE MENDES
 

2014-07-25


ANTÓNIO OLAIO
 

2014-06-17


FÁTIMA LAMBERT
 

2014-05-12


HUGO BARATA
 

2014-04-17


ANA RITO
 

2014-03-13


MIGUEL BRANCO
 

2014-02-12


JOÃO FONTE SANTA
 

2014-01-06


MARINA BAIRRÃO RUIVO
 

2013-11-29


ANTÓNIO CARAMELO
 

2013-10-29


XANA
 

2013-09-18


DANIEL BLAUFUKS
 

2013-08-12


MIRIAN TAVARES
 

2013-07-11


SÉRGIO MAH
 

2013-06-14


LUÍS ALEGRE
 

2013-05-01


PEDRO CABRAL SANTO
 

2013-04-03


MANUEL JOÃO VIEIRA
 

2013-03-11


PEDRO BARATEIRO
 

2013-02-05


SARA & ANDRÉ
 

2013-01-02


ANDRÉ GOMES
 

2012-12-03


JOÃO ONOFRE
 

2012-11-05


JOSÉ LUÍS NETO
 

2012-10-09


LÚCIA MARQUES
 

2012-09-10


INEZ TEIXEIRA
 

2012-08-07


VASCO ARAÚJO
 

2012-07-04


NUNO CERA
 

2012-06-14


JULIÃO SARMENTO