Links

share |

MÚSICA


O SOM E O SENTIDO – PÁGINAS DA MEMÓRIA DO RADIOPHONIC WORKSHOP

RUI MIGUEL ABREU

2011-10-06



 

Já por aqui se dedicaram textos a Delia Derbyshire e a Daphne Oram, duas das mais eminentes figuras do Radiophonic Workshop da BBC, uma verdadeira instituição da música electrónica britânica. O carácter essencialmente invisível do trabalho desenvolvido por esta célula criativa entre 1958 e 1998 tem vindo a ser alterado por uma geração que reconhece nesse legado a raiz de um pensamento estético muito particular e de uma distinta marca britânica no universo da música electrónica. Bandas como os Stereolab e os Broadcast, editoras como a Mordant Music e a Ghost Box, documentários como The Alchemists of Sound ou o por aqui abordado The Delian Mode, exposições como a que recentemente se inaugurou no Science Museum de Londres e que é dedicada à visionária Oramics Machine de Daphne Oram e, enfim, livros como Special Sound (edição da Oxford University Press de 2010) contribuíram decisivamente para lançar luz sobre um laboratório de invenção que criou música avançada para televisão e rádio efectivamente sintonizando gerações inteiras para o poder dos bleeps e dos bloops gerados por máquinas estranhas que pareciam resgatadas ao futuro.

Special Sound, o livro de Louis Niebur que tem por subtítulo «The creation and legacy of the BBC Radiophonic Workshop» é um trabalho decisivo para se compreender melhor o alcance e o verdadeiro peso da obra dos músicos que trabalhavam no edifício de Maida Vale e que aproveitaram as direcções apontadas pela escola francesa de música concreta para criarem algo de profundamente único e distinto. Niebur é um académico, que lecciona musicologia em Reno, na Universidade de Nevada, nos Estados Unidos, mas Special Sound apresenta, entre variadíssimas outras virtudes, um retrato nítido e compreensível mesmo por quem não possui uma bagagem teórica mais volumosa.

 

 

 

Nas páginas de Electric Eden,outro livro fundamental na construção de um mapa do pensamento musical britânico, Rob Young traça o percurso da construção de uma identidade musical inglesa, evocando os exemplos e as obras de pioneiros como Vaughan Williams, compositor que informou a sua obra com um estudo atento dos modos folclóricos que foi coleccionando ao longo da sua vida. De forma idêntica, o esforço dos criadores do Radiophonic Workshop parece ter sido apontado à construção de pilares sólidos de uma experiência que alinhasse a Grã-Bretanha com outros pólos criativos desta nova realidade electrónica – como o eram Paris, Colónia ou Nova Iorque – mas que ao mesmo tempo apresentasse uma abordagem distinta, que bebesse nas singulares circunstâncias do país que deu ao mundo a BBC. Ao contrário desses outros exemplos, onde as explorações musicais electrónicas estavam no essencial ligadas à academia, o Radiophonic Workshop acabou por se implementar por vontade presciente de Donald McWhinnie, um produtor do departamento teatral da BBC que percebeu o alcance artístico das experiências musicais mais avançadas realizadas sobretudo com a manipulação de sons concretos em fita magnética e que sobre isso escreveu em 1959 no livro The Art of Radio, uma das fontes citadas por Louis Niebur.

Através da leitura de Special Sound emerge uma imagem muito mais clara das experiências conduzidas por mentes visionárias como as já citadas Daphne Oram e Delia Derbyshire ou ainda Maddalena Fagandini, Brian Hodgson ou John Baker. Niebur é metódico e profundo na construção desse retrato. Mas o professor de musicologia vai mais longe e investiga as raízes do próprio Radiophonic Workshop que remontam ao princípio dos anos 50, erguendo assim um quadro muito nítido do contexto específico que gerou este laboratório. O acesso privilegiado aos arquivos e documentos do Radiophonic Workshop e a análise de trabalhos específicos permite entender a real dimensão do legado do Radiophonic Workshop que assim, depois de inspirar músicos contemporâneos, de servir de bússola estética para editoras que investigam a identidade electrónica do Reino Unido, de inspirar documentários e até exposições, sustenta agora uma abordagem que apesar de académica consegue não ser hermética. É um livro absolutamente fascinante, vivamente recomendado para todos os que apreciam o pulsar particular das criações do Radiophonic Workshop. São palavras que dão um sentido mais claro, mais profundo e ainda mais fascinante ao som único gerado por este laboratório.

 

Links úteis:

 

http://en.wikipedia.org/wiki/Radiophonic_Workshop

www.amazon.co.uk/Special-Sound-Creation-Radiophonic-Workshop/dp/019536841X/ref=sr_1_1?s=books&ie=UTF8&qid=1317752053&sr=1-1

www.youtube.com/watch?v=cKPGzX5kZd0

http://sciencemuseumdiscovery.com/blogs/insight/oramics-to-electronica/

 

 

 




Outros artigos:

2017-09-02


TATRAN – “EYES, “NO SIDES” E O RESTO
 

2017-07-20


SUGESTÕES ADICIONAIS A MEIO DE 2017
 

2017-06-20


TIMBER TIMBRE – A HIBRIDIZAÇÃO MUSICAL
 

2017-05-17


KARRIEM RIGGINS: EXPERIÊNCIAS E IDEIAS SOBRE RITMO E HARMONIAS
 

2017-04-17


PONTIAK – UM PASSO EM FRENTE
 

2017-03-13


TRISTESSE CONTEMPORAINE – SEM ILUSÕES NEM DESILUSÕES
 

2017-02-10


A PROJECTION – OBJECTOS DE HOJE, SÍMBOLOS DE ONTEM
 

2017-01-13


AGORA QUE 2016 TERMINOU
 

2016-12-13


THE PARKINSONS – QUINZE ANOS PUNK
 

2016-11-02


patten – A EXPERIÊNCIA DOS SENTIDOS, A ALTERAÇÃO DA PERCEPÇÃO
 

2016-10-03


GONJASUFI – DESCIDA À CAVE REAL E PSICOLÓGICA
 

2016-08-29


AGORA QUE 2016 VAI A MEIO
 

2016-07-27


ODONIS ODONIS – A QUESTÃO TECNOLÓGICA
 

2016-06-27


GAIKA – ENTRE POLÍTICA E MÚSICA
 

2016-05-25


PUBLIC MEMORY – A TRANSFORMAÇÃO PASSO A PASSO
 

2016-04-23


JOHN CALE – O REECONTRO COM O PASSADO EM MAIS UMA FACE DO POLIMORFISMO
 

2016-03-22


SAUL WILLIAMS – A FORÇA E A ARTE DA PALAVRA ALIADA À MÚSICA
 

2016-02-11


BIANCA CASADY & THE C.I.A – SINGULARES EXPERIMENTALISMO E IMAGINÁRIO
 

2015-12-29


AGORA QUE 2015 TERMINOU
 

2015-12-15


LANTERNS ON THE LAKE – SOBRE FORÇA E FRAGILIDADE
 

2015-11-11


BLUE DAISY – UM VÓRTEX DE OBSCURA REALIDADE E HONESTA REVOLTA
 

2015-10-06


MORLY – EM REDOR DE REVOLUÇÕES, REFORMULAÇÕES E REINVENÇÕES
 

2015-09-04


ABRA – PONTO DE EXCLAMAÇÃO, PONTO DE EXCLAMAÇÃO!! PONTO DE INTERROGAÇÃO?...
 

2015-08-05


BILAL – A BANDEIRA EMPUNHADA POR QUEM SABE QUEM É
 

2015-07-05


ANNABEL (LEE) – NA PRESENÇA SUPERIOR DA PROFUNDIDADE E DA EXCELÊNCIA
 

2015-06-03


ZIMOWA – A SURPREENDENTE ORIGEM DO FUTURO
 

2015-05-04


FRANCESCA BELMONTE – A EMERGÊNCIA DE UMA ALMA VELHA JOVEM
 

2015-04-06


CHOCOLAT – A RELEVANTE EXTRAVAGÂNCIA DO VERDADEIRO ROCK
 

2015-03-03


DELHIA DE FRANCE, PENTATONES E O LIRISMO NA ERA ELECTRÓNICA
 

2015-02-02


TĀLĀ – VOLTA AO MUNDO EM DOIS EP’S
 

2014-12-30


SILK RHODES - Viagem no Tempo
 

2014-12-02


ARCA – O SURREALISMO FUTURISTA
 

2014-10-30


MONEY – É TEMPO DE PARAR
 

2014-09-30


MOTHXR – O PRAZER DA SIMPLICIDADE
 

2014-08-21


CARLA BOZULICH E NÓS, SOZINHOS NUMA SALA SOTURNA
 

2014-07-14


SHAMIR: MULTI-CAMADA AOS 19
 

2014-06-18


COURTNEY BARNETT
 

2014-05-19


KENDRA MORRIS
 

2014-04-15


!VON CALHAU!
 

2014-03-18


VANCE JOY
 

2014-02-17


FKA Twigs
 

2014-01-15


SKY FERREIRA – MORE THAN MY IMAGE
 

2013-09-24


ENTRE O MAL E A INOCÊNCIA: RUTH WHITE E AS SUAS FLOWERS OF EVIL
 

2013-07-05


GENESIS P-ORRIDGE: ALMA PANDRÓGINA (PARTE 2)
 

2013-06-03


GENESIS P-ORRIDGE: ALMA PANDRÓGINA (PARTE 1)
 

2013-04-03


BERNARDO DEVLIN: SEGREDO EXÓTICO
 

2013-02-05


TOD DOCKSTADER: O HOMEM QUE VIA O SOM
 

2012-11-27


TROPA MACACA: O SOM DO MISTÉRIO
 

2012-10-19


RECOLLECTION GRM: DAS MÁQUINAS E DOS HOMENS
 

2012-09-10


BRANCHES: DOS AFECTOS E DAS MEMÓRIAS
 

2012-07-19


DEVON FOLKLORE TAPES (II): SEGUNDA PARTE DA ENTREVISTA COM DAVID CHATTON BARKER
 

2012-06-11


DEVON FOLKLORE TAPES - PESQUISAS DE CAMPO, FANTASMAS FOLCLÓRICOS E LANÇAMENTOS EM CASSETE
 

2012-04-11


FC JUDD: AMADOR DA ELETRÓNICA
 

2012-02-06


SPETTRO FAMILY: OCULTISMO PSICADÉLICO ITALIANO
 

2011-11-25


ONEOHTRIX POINT NEVER: DA IMPLOSÃO DOS FANTASMAS
 

2011-10-06


O SOM E O SENTIDO – PÁGINAS DA MEMÓRIA DO RADIOPHONIC WORKSHOP
 

2011-09-01


ZOMBY. PARA LÁ DO DUBSTEP
 

2011-07-08


ASTROBOY: SONHOS ANALÓGICOS MADE IN PORTUGAL
 

2011-06-02


DELIA DERBYSHIRE: O SOM E A MATEMÁTICA
 

2011-05-06


DAPHNE ORAM: PIONEIRA ELECTRÓNICA E INVENTORA DO FUTURO
 

2011-03-29


TERREIRO DAS BRUXAS: ELECTRÓNICA FANTASMAGÓRICA, WITCH HOUSE E MATER SUSPIRIA VISION
 

2010-09-04


ARTE E INOVAÇÃO: A ELECTRODIVA PAMELA Z
 

2010-06-28


YOKO PLASTIC ONO BAND – BETWEEN MY HEAD AND THE SKY: MÚLTIPLA FANTASIA EM MÚLTIPLOS ESTILOS