Links

NOTÍCIAS


ARQUIVO:

 


CONFERÊNCIAS DE 2018 DA TRIENAL ABREM COM A DUPLA SUECA THAM & VIDEGARD

2018-02-07




A Trienal de Arquitectura de Lisboa lança mais uma conferência do ciclo Distância Crítica, que arranca em 2018 com a dupla sueca Tham & Videgård.

Dia 15 de Fevereiro, pelas 19h, no Grande Auditório do Centro Cultural de Belém, Bolle Tham e Martin Videgård apresentam em discurso directo o corpo de trabalho do seu atelier, fundado em 1999, em Estocolmo.

Reconhecidos internacionalmente por uma arquitectura simultaneamente pragmática e expressiva, estética minimal e abordagem experimental, os seus trabalhos reflectem uma cuidada consciência histórica fazendo dos seus projectos obras de projecção futura e não apenas meras expressões de um gosto contemporâneo. A discussão que levantam sobre os fundamentos da Arquitectura, que apelidam de Elementos Operativos da Arquitectura, é a base para o resultado que, em projecto, tem vindo a ser premiado com, por exemplo, o Prémio Internacional House of The Year, atribuído pela World Architecure News, o Museu de Arte de Kalmar, a nova Escola de Arquitectura de Estocolmo e o Hotel Tree, em Harads.

"Representantes talentosos do novo panorama escandinavo, Tham & Videgard fazem parte de um dos arquitectos mais entusiasmantes da sua geração. Uma arquitectura expressiva e eficaz a descobrir no seu país natal, a Suécia." por Maryse Quinton in The Goodlife, 31 Oct 2017*

Como vem sendo habitual, à apresentação da dupla seguir-se-á uma conversa que terá como moderador o arquitecto Luis Tavares Pereira.

Co-produzido pela Trienal de Lisboa e pelo CCB, o ciclo Distância Critíca ocupará o Grande Auditório com Tham & Videgård (15 de Fevereiro), Sergison Bates (15 de Maio) e Atelier Bow-Wow (20 de Novembro).


:::

BIOGRAFIAS

Tham & Videgård Arkitekter
O atelier sueco é responsável por obras como a School of Architecture do Royal Institute of Technology (KTH), o Kalmar Museum of Art, o Moderna Museet Malmö, o conjunto de habitação Västra Kajen, o Centro Comercial Uppsala, a Creek House e o Mirrorcube para o TreeHotel em Harads e já viu o teu trabalho ser galardoado por duas vezes com o prémio Kaspel Salin “for new architecture” na Suécia. Bolle Tham e Martin Videgård são membros da Swedish Royal Academy of Arts e nos últimos anos foram professores convidados na PBSA - Peter Behrens School of Architecture em Düsseldorf (2014-2015), o seu trabalho foi publicado na 5ª monografia da revista El Croquis (2017) e foram o único atelier nórdico a participar na Chicago Architecture Biennial 2017 com o mote “Make New History”.

Luís Tavares Peireira
Luis Tavares Pereira (Lisboa, 1966) é arquitecto (FAUP, 1991; M.Arch Princeton, 1996). Recentemente foi Comissário Nacional da 5ªedição Habitar Portugal 12-14, e coordenou com Teresa Novais o programa ARQ 3.0 – Networking internacional, para a Fundação de Serralves. Sócio fundador do atelier [A]. ainda arquitectura (Porto, 1998) com prática significativa de colaborações com Museus, Artistas ou Curadores, incluindo a Fundação de Serralves ou o Museu Nacional da Geórgia, onde desenvolve actualmente o projecto para o Museu da Virgem Maria, em Tbilisi. É também crítico de arquitectura freelance, membro do Parlamento Europeu de Cultura e Integrou a direcção da OASRN (2005-2010). Foi Comissário de exposições e eventos de arquitectura na Bienal de Arquitectura de Veneza, Museu de Serralves, programa Allgarve, Capital Europeia da Cultura Porto 2001, Trienal de Arquitectura de Lisboa, ou Ordem dos Arquitectos.




Fonte: Trienal de Arquitectura de Lisboa