Links

NOTÍCIAS


ARQUIVO:

 


CARTA ABERTA CRITICA O DESPEDIMENTO DE MARIA INÉS RODRÍGUEZ

2018-03-13




María Inés Rodríguez, diretora do Musée dArt Contemporain de Bordeaux, França ou CAPC, foi demitida pela cidade de Bordéus. Rodríguez tornou-se diretora do museu há quatro anos e organizou exposições de Judy Chicago, Alejandro Jodorowsky, Franz Erhard Walther e Beatriz Gonzalez. Numa reunião da municipalidade em 6 de março, foi informada de que o seu programa artístico era "muito exigente". Houve relatos de dificuldades entre Rodríguez e os seus funcionários, mas ela foi reeleita para a sua posição em 2017 por mais três anos. Pouco se ouviu sobre a demissão da própria María Inés Rodríguez, já que não tem permissão para discutir a situação para a imprensa.
A cidade de Bordéus também mencionou que está reavaliando o futuro do museu. Como resposta ao despedimento, muitas personalidades do mundo da arte, como os artistas Dominique Gonzalez-Foerster, Leonor Antunes e Christian Boltanski; Hans-Ulrich Obrist, diretor da Galeria Serpentine de Londres; Claire Moulène, curadora do Palais de Tóquio de Paris; Elena Filipovic, diretora da Kunsthalle Basel; e Frances Morris, diretor da Tate Modern de Londres, assinaram uma carta aberta no jornal Libération, no dia 8 de março, Dia Internacional da Mulher, criticando o movimento da Cidade de Bordéus e sublinhando a importância das contribuições de Rodríguez para o CAPC.


Fonte: Artforum