Links

NOTÍCIAS


ARQUIVO:

 


STAN BRAKHAGE EM RETROSPETIVA NA CINEMATECA A PARTIR DE AMANHÃ

2018-03-14




“Stan Brakhage: A Arte da Visão” é o título da retrospetiva do essencial da vasta produção de Stan Brakhage (1933-2003), nome fundamental da vanguarda cinematográfica norte-americana, que irá decorrer na Cinemateca entre 15 e 29 de março.

Ao longo de cinquenta anos e de mais de trezentos e cinquenta filmes, Brakhage perseguiu aquilo que definiu como uma “arte da visão”, recorrendo ao cinema como modo de reproduzir uma visão essencialmente interior ou de impulsionar uma experiência como uma pura perceção visual, realizando filmes marcados por profundas influências de outras artes como a literatura, a pintura e a música, que se dirigem diretamente à visão do espectador, proporcionando uma real "aventura da perceção". O cineasta referia-se frequentemente às suas obras como "pensamento visual em movimento / moving visual thinking" ou "música visual", pelo que a maior parte da sua filmografia caracteriza-se pela ausência de som, que concorreria com a força das imagens.

O cinema de Brakhage é um cinema muito pessoal e lírico com um forte fundo autobiográfico, composto maioritariamente por filmes não narrativos que recorrem a uma multiplicidade de peculiares procedimentos técnicos como a repetição, uma arte única de câmara à mão e da montagem rápida, à sobreimpressão de imagens ou a um trabalho sobre a materialidade da luz (componente essencial da sua obra) que radica em abstrações fotográficas, mas também em processos como a colagem de matéria orgânica sobre o filme e a pintura e o desenho direto sobre a película, que dominou a sua produção a partir de meados dos anos oitenta, aproximando-se do expressionismo abstracto – técnicas que celebrizaram o cinema de Stan Brakhage.

Criador multifacetado, é ainda autor de vários livros e escritos sobre cinema, entre os quais o seminal Metaphors on Vision (Film Culture,1963), esgotado durante quarenta anos e recentemente reeditado. P. Adams Sitney, que foi o seu editor e é um profundo conhecedor da obra de Brakhage, apresentará duas conferências no âmbito deste Programa: a primeira (dia 23) centra-se precisamente em Metaphors on Vision (que será lançado na Cinemateca), a segunda (dia 24) aponta para uma análise mais abrangente da obra do cineasta.

Este é assim um Programa ambicioso composto por mais de sessenta filmes exclusivamente exibidos em cópias em película, que assim restituem a dimensão matérica do cinema de Brakhage, a maior parte dos quais inéditos na Cinemateca, revelando obras seminais do cineasta como DOG STAR MAN, MOTHLIGHT, THE DANTE QUARTET, THE TEXT OF LIGHT, ANTICIPATION OF THE NIGHT, SCENES FROM UNDER CHILDHOOD – PART 1, ou PANELS FOR THE WALLS OF HEAVEN.