Links

NOTÍCIAS


ARQUIVO:

 


CENTENÁRIO DO NASCIMENTO DE SOPHIA DE MELLO BREYNER E JORGE DE SENA NO RIO DE JANEIRO

2019-08-21




Organizado e sediado pelo Real Gabinete Português de Leitura e pela Cátedra Jorge de Sena, da Faculdade de Letras da Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ), o congresso internacional "Sena & Sophia: centenários" decorrerá entre os dias 02 e 05 de setembro, e irá abranger toda a obra de ambos os poetas.

"Há cerca de um ano que preparamos esta parceria. (...) Será um colóquio que irá abranger toda a obra de ambos os escritores. Abrimos amplamente o leque nas chamadas de trabalhos, portanto, no caso doe Sena, será contemplado o ficcionista, o poeta, o dramaturgo, o ensaísta. E no caso da Sophia, tanto a poesia quanto a prosa, inclusive a parte dedicada à literatura juvenil", afirmou a professora Gilda Santos, da organização do evento, em declarações à agência Lusa.

O congresso internacional visa promover o diálogo entre cerca de 100 especialistas e estudantes de Sena e Sophia, provenientes de vários países, como Portugal, Itália e EUA, e de vários estados do Brasil, em torno dessas duas figuras da cultura portuguesa.
"Evocar a amizade entre Sena e Sophia é, para nós, professores brasileiros e amantes da poesia, mais que um simples gesto de resgatar dois grandes nomes da literatura portuguesa. É o nosso modo de aprender com eles a revisitar o tempo - que também é nosso - construído a duras penas, para garantir uma liberdade sempre ameaçada", escreveu a organização do congresso no seu 'site'.

Questionada acerca da presença de Sophia de Mello Breyner e Jorge de Sena na atualidade cultural brasileira, Gilda Santos assegurou que há um "empate no mundo académico entre os dois portugueses".
"Eu acho que, em termos de grande público, a Sophia goza de maior reconhecimento, porque já houve várias ações no sentido de a divulgar. Quando a própria cantora Maria Bethânia grava poemas de Sophia, evidentemente que lhe dá uma visibilidade muito grande", frisou a professora universitária.
"Quanto a Sena, continua a ser estudado. A UFRJ, sobretudo, tem sido uma espécie de um elemento difusor da obra de Sena. Após a sua morte, nos anos 80, foi dada uma pós-graduação sobre Sena e aí começou o interesse de várias pessoas, inclusive o meu. Ele é bastante conhecido no âmbito da literatura portuguesa aqui no Brasil. O grande público conhecerá mais a Sophia, e o mundo académico ligado à literatura conhecerá mais Sena. Haverá um empate no mundo académico entre os dois portugueses", considerou Gilda Santos.

O congresso abre com a conferência "Sena e Sophia: escrever no princípio do mundo", do poeta e ex-ministro português Luís Filipe Castro Mendes, que será, também, homenageado nesta ocasião. Foram, também, programadas sessões plenárias, a realizar ao longo da iniciativa, nas quais participam destacados académicos e estudiosos portugueses e brasileiros.

O evento contará ainda com o lançamento de duas obras dedicadas à literatura portuguesa.

"Vamos também fazer o lançamento de dois livros. Um é uma antologia comercial, da editora Bazar do Tempo, inaugurando uma coleção de livros de poetas portugueses editados no Brasil(...). Teremos esse lançamento no dia 03 de setembro", afirmou Gilda Santos.
"Paralelamente, teremos o lançamento de um número especial da revista da cátedra Jorge Sena, que se chama 'Metamorfoses', que já vai no 15.º número. É uma edição especial em que 100 convidados que gostam de Sena, 50 estrangeiros e 50 brasileiros, comentam 100 poemas da autoria do escritor. Deve ser lançado também no dia 03", declarou à Lusa a professora brasileira.

o congresso internacional "Sena & Sophia" conta com o apoio do Camões - Instituto da Cooperação e da Língua, através do Centro Cultural Português em Brasília, do Consulado-Geral de Portugal no Rio de Janeiro e da Fundação Calouste Gulbenkian.