Links

NOTÍCIAS


ARQUIVO:

 


COLECIONADOR DE ARTE RUSSO ANDREI FILATOV OFERECEU-SE PARA COMPRAR AS ESTÁTUAS PROBLEMÁTICAS DA AMÉRICA

2020-07-06




A sua Fundação Art Russe fez ofertas para preservar os monumentos de Theodore Roosevelt e Alexander Baranov, que foram alvo dos manifestantes nos EUA.

Andrei Filatov, empresário russo, entusiasta de xadrez e colecionador de arte, ofereceu-se para comprar monumentos do ex-presidente americano Theodore Roosevelt em Nova York e de Alexander Baranov (um czarista do Alasca), que foi alvo dos manifestantes que exigiam a remoção de pessoas racistas e símbolos coloniais. De acordo com um comunicado divulgado na quarta-feira pela sua fundação Art Russe, com sede em Londres, foram enviadas ofertas às autoridades da cidade de Nova York e Sitka, no Alasca, oferecendo-se para a aquisição e preservação dos monumentos.

Ativistas no Alasca querem que o monumento a Baranov, que dirigia a empresa comercial russa local e governou a região no final do século 18 e início do século 19, (quando era uma colonia russa) seja “transferido” para um local menos proeminente, sendo que este perpetuou o genocídio das comunidades indígenas. A estátua havia sido encomendada por filantropistas locais na década de 1980. Em Nova York, o Museu Americano de História Natural, com o apoio do governador da cidade, Bill de Blasio, concordou recentemente em remover a estátua que fica em frente ao museu. Os manifestantes vandalizaram repetidamente a estátua nos últimos anos por causa do seu significado e representação, em que um homem africano e um indígena se encontram aos pés do ex-presidente.

"Antes de mais, trata-se da preservação da memória dos estadistas que influenciaram a história da Rússia e o desenvolvimento de sua economia e estado", disse Filatov no comunicado. Ele apontou os primeiros esforços de Baranov para estabelecer laços comerciais russos com a China e os EUA, e a mediação de Roosevelt no Tratado de Portsmouth de 1905, que encerrou a Guerra Russo-Japonesa, favorável ​​à Rússia.

A fortuna de Filatov, construída através de empresas de transporte e logística, é estimada pela Forbes em US $ 750 milhões. A sua fundação Art Russe possui uma coleção bastante particular de 200 obras de arte soviética do período compreendido entre 1917 a 1991 e também foi patrocinador e patrono das Serpentine Galleries em Londres, assim como de exposições na Saatchi Gallery e em Abu Dhabi.





FONTE: The Art Newspaper