Links

NOTÍCIAS


ARQUIVO:

 


ARQUEÓLOGOS DESCOBRIRAM PINTURAS RUPESTRES COM ANIMAIS CONSIDERADAS AS MAIS ANTIGAS DO MUNDO

2021-01-16




No fundo de uma caverna na Indonésia central, os arqueólogos descobriram uma pintura de um porco selvagem criada há pelo menos 45.500 anos atrás. É agora considerada a pintura animal mais antiga conhecida no mundo.

A obra em tamanho natural, pintada em pigmento ocre vermelho, com as medidas de 136 cm por 54 cm, foi identificada como uma representação de um porco Sulawesi. Este foi descoberto na caverna Leang Tedongnge num vale remoto na ilha de Sulawesi por Adam Brumm e a sua equipa da Griffith University em Brisbane, Austrália, que publicou as descobertas na revista Science Advances na quarta-feira.

"Tanto quanto sabemos, a pintura animal de Leang Tedongnge é a mais antiga obra de arte representacional conhecida no mundo", afirma Brumm et al no artigo.

“Fiquei mudo”, disse Brumm à New Scientist. “É uma das pinturas figurativas de animais mais espetaculares e bem preservadas conhecidas em toda a região.”

De acordo com um dos co-autores do artigo, Maxime Aubert, a equipa foi capaz de determinar a idade da pintura analisando um depósito que se formou no topo da obra por meio de um método conhecido como datação em série de urânio. No entanto, como esse processo apenas data a camada mineral, a pintura poderia ter muito mais do que 45.500 anos.

A pintura é acompanhada por duas outras pinturas porcinas, presumivelmente datadas da mesma época. Para efeito de comparação, acredita-se que as primeiras pinturas rupestres figurativas conhecidas da Europa em Chauvet, na França, tenham cerca de 33.000 anos.

No entanto, o porco da Indonésia não é a pintura mais antiga do mundo. Este título ainda é mantido por um stencil de mão Neandertal a vermelho na caverna Maltravieso, Cáceres, Espanha. Enquanto isso, em 2018, cientistas afirmaram ter encontrado "o desenho mais antigo da humanidade" num fragmento de rocha na África do Sul, com 73.000 anos.

Várias descobertas de arte em cavernas antigas foram feitas recentemente na região ao redor de Leang Tedongnge. No ano passado, Brumm e a sua equipa encontraram uma pintura numa caverna próxima, Leang Bulu'Sipong 4, que retrata um búfalo a ser caçado por criaturas parte humanas e parte animais com lanças, que datam de pelo menos 43.900 anos de idade.

Estas descobertas fornecem as primeiras evidências de presença humana na região, reforçando as teorias de que os primeiros homo sapiens cruzaram estas ilhas para migrar de África para a Austrália há cerca de 65.000 anos.

Fonte: The Art Newspaper