Links

NOTÍCIAS


ARQUIVO:

 


GALERIA CISTERNA INAUGURA HOJE COM EXPOSIÇÃO INDIVIDUAL DE ANA JACINTO NUNES

2019-03-14




Localizada numa antiga cisterna do Século XVII, paredes meias com a muralha Fernandina, na Rua António Maria Cardoso nº27, nasce a Galeria Cisterna - um novo espaço dedicado à arte contemporânea, que abre portas hoje, pela mão da sua fundadora e diretora, Catarina Marques da Silva.

Propondo-se desenvolver uma programação que desafia o conceito de galeria tradicional, a Cisterna pretende ser um espaço que promove o encontro e o diálogo para além das exposições que apresenta, cujo projeto assenta na transformação da galeria num espaço de constante acolhimento e diálogo entre diferentes agentes da prática artística contemporânea, nacional e internacional, trabalhando com um conjunto de artistas que engloba nomes estabelecidos e com percurso já reconhecido no panorama artístico, reservando ainda espaço à produção artística emergente. Neste sentido, a galeria pretende apostar num programa de residências artísticas, como forma de dar a conhecer diferentes visões do mundo, através do intercâmbio de um conjunto de artistas com percursos emergentes à escala internacional, com o intuito de fomentar o potencial individual dos nomes propostos.

A Galeria Cisterna conta com uma programação que não se esgota na rotina de uma galeria tradicional: Conversas com artistas, curadores e outros intervenientes culturais, cursos e workshops. De igual modo, a proposta de residências artísticas surge como forma de dar a conhecer diferentes visões do Mundo, fomentar o potêncial individual de cada artista, marcando assim, uma aposta no intercâmbio de percursos emergentes a nível internacional. A Galeria Cisterna propõe uma programação vasta e transversal, que cruza exposições, projetos de curadoria, textos e edição de catálogos, elementos diferenciadores de um exercício expositivo regular e consequente. Finalmente, a aposta na participação em feiras nacionais e internacionais, nomeadamente na América Latina, traduz a vontade da galeria abranger novos públicos e sensibilidades.

A abertura da galeria é marcada pela inauguração da exposição individual de Ana Jacinto Nunes, intitulada “Ararat”, com curadoria de João Paulo Cotrim e António Gonçalves. Patente até ao dia 25 de abril de 2019, esta primeira mostra apresenta uma série de cerca de vinte peças especialmente produzidas para esta exposição inaugural, que inclui trabalhos em técnicas distintas, quase todos em produção exclusiva para a exposição. Cerâmica, tela e seda são os diferentes suportes em que a artista se expressa para nos falar de um tempo remoto onde Bichos e Deuses foram personagens de um dilúvio. É em “Ararat” que a história termina ou (re) começa.



PROGRAMA DE EXPOSIÇÕES | 2019

ANA JACINTO NUNES Curadoria | António Gonçalves e João Paulo Cotrim 14 DE MARÇO | 25 DE ABRIL

MARIA SOUTO DE MOURA | TIAGO MOURÃO Curadoria | Jorge André Catarino 02 DE MAIO | 13 DE JUNHO

CECÍLIA CORUJO | JULIANA JULIETA | MAIA HORTA 27 DE JUNHO | 15 DE AGOSTO

ANTÓNIO GONÇALVES 22 DE AGOSTO | 26 DE SETEMBRO

DIOGO MUNOZ 03 DE OUTUBRO | 14 DE NOVEMBRO

SARA MAIA 21 DE NOVEMBRO | 05 DE JANEIRO




Fonte: Galeria Cisterna