Links

NOTÍCIAS


ARQUIVO:

 


PALAIS DE TOKYO ENFRENTA PRESSÃO SOBRE OS DIREITOS DA COMUNIDADE LGBTQ EM FRANÇA

2020-01-10




O Palais de Tokyo, em Paris, foi criticado por concordar em receber a exposição “Notre Monde Brûle”, que foi organizada pelo Museu Árabe de Arte Moderna (Mathaf), no Catar, com inauguração prevista para 21 de fevereiro. Os que se opõem ao programa argumentam que a colaboração do Palais de Tokyo com o museu estatal do Catar é uma afronta à comunidade LGBTQ na França, uma vez que a homossexualidade é ilegal no Catar.

"A comunidade gay deve lutar pelo cancelamento da exposição", disse o artista azerbaijano e ativista LGBTQ em Paris Babi Badalov ao Art Newspaper. O filósofo Yves Michaud, diretor aposentado da École Nationale Supérieure des Beaux-Arts em Paris, também disse que a parceria entre as duas instituições “faz parte da estratégia vergonhosa e de longo prazo do governo do Catar para subornar a sociedade francesa e suavizar sua posição sobre questões de direitos humanos na região do Golfo Pérsico.”

Em resposta a um pedido de comentário, o Palais de Tokyo forneceu à Artforum uma declaração de que a instituição não recebeu nenhum pedido verbal ou por escrito para cancelar o show. Também dizia: “Queremos enfatizar que não fazemos parceria com um estado, mas com um museu. . . . O programa de exposições de Mathaf é muito relevante e aberto à diversidade. Juntos, concebemos esta exposição como uma plataforma de intercâmbio, onde uma multiplicidade de pontos de vista se encontra e interage. Para conseguir isso, contamos com o olhar muitas vezes crítico e engajado dos artistas, mas também com os curadores e profissionais de arte que participam da programação cultural associada.” O museu também enfatizou que nunca aceitou doações do governo do Catar e que “sempre adotou um ethos favorável ao LGBTQ”.

Com curadoria de Abdellah Karoum, diretor da Mathaf, e Fabien Danesi, a exposição “oferece uma visão totalmente política da criação internacional vista do Golfo” e abordará “numerosas transformações societárias no Oriente Médio no contexto da crise global da política debate e fragilidade ambiental.” Incluirá trabalhos de John Akomfrah, Francis Alÿs, Yto Barrada, Aslı Çavuşoğlu, Faraj Daham, Khalil El Ghrib, Mounir Fatmi, Fabrice Hyber, Shirin Neshat, Otobong Nkanga, Michael Rakowitz, Danh Vo e Raqs Media Collective.

A mostra faz parte do Ano da Cultura Qatar-França 2020, uma série de exposições, festivais e outros eventos que devem ocorrer nos dois países nos próximos doze meses. O Catar une-se a um país diferente a cada ano desde 2012, como parte de seu esforço para promover o entendimento intercultural. O programa será inaugurado com um concerto da Orquestra Filarmónica do Catar na Katara Opera House em 10 de janeiro.

"O ano cultural Qatar-França 2020 continuará os avanços no entendimento mútuo, na amizade e no apoio que as nossas nações têm tanto orgulho de ter alcançado", disse Franck Gellet, embaixador da República da França no Estado do Catar, numa declaração. “Somente no ano passado, trocamos visitas de delegações de alto nível e assinamos sete acordos importantes em defesa, segurança, ensino superior e cultura.”

Ele acrescentou: “O dinâmico comércio bilateral entre as nossas nações está florescendo, tendo aumentado recentemente uns notáveis ​​33% ao ano, e o Instituto Francês do Catar acaba de comemorar seu trigésimo aniversário. Ao incluir artes visuais, música, cinema, desporto, literatura e intercâmbios académicos e científicos, o Qatar-França 2020 ampliará as relações existentes entre os dois países, elevando-o a um nível ainda mais alto.”

Outros eventos realizados em França incluem exibições de obras do Instituto de Cinema de Doha no Festival Internacional de Cinema de Cannes e no Festival de Curtas-Metragens de Clermont-Ferrrand e a apresentação da Semana da Cultura do Catar no Institut du Monde Arabe, em Paris, em outubro de 2020. No Catar, uma exposição de obras de Pablo Picasso emprestada pelo Museu Nacional Picasso em Paris, será exibida na Galeria dos Bombeiros em março de 2020 e uma exposição de obras de Yto Barrada será aberta no Museu Árabe de Arte Moderna. Mais eventos serão anunciados nos próximos meses.



Fonte: Artforum