Links

PERSPETIVA ATUAL


Grand Tour


Documenta 12


Bienal de Veneza


Art Basel


Bienal de Lyon


Bienal de Atenas


Bienal de Istambul

Outros artigos:

2017-09-05


PAULA PINTO


2017-07-26


NATÁLIA VILARINHO


2017-07-17


ANA RITO


2017-07-11


PEDRO POUSADA


2017-06-30


PEDRO POUSADA


2017-05-31


CONSTANÇA BABO


2017-04-26


MARC LENOT


2017-03-28


ALEXANDRA BALONA


2017-02-10


CONSTANÇA BABO


2017-01-06


CONSTANÇA BABO


2016-12-13


CONSTANÇA BABO


2016-11-08


ADRIANO MIXINGE


2016-10-20


ALBERTO MORENO


2016-10-07


ALBERTO MORENO


2016-08-29


NATÁLIA VILARINHO


2016-06-28


VICTOR PINTO DA FONSECA


2016-05-25


DIOGO DA CRUZ


2016-04-16


NAMALIMBA COELHO


2016-03-17


FILIPE AFONSO


2016-02-15


ANA BARROSO


2016-01-08


TAL R EM CONVERSA COM FABRICE HERGOTT


2015-11-28


MARTA RODRIGUES


2015-10-17


ANA BARROSO


2015-09-17


ALBERTO MORENO


2015-07-21


JOANA BRAGA, JOANA PESTANA E INÊS VEIGA


2015-06-20


PATRÍCIA PRIOR


2015-05-19


JOÃO CARLOS DE ALMEIDA E SILVA


2015-04-13


Natália Vilarinho


2015-03-17


Liz Vahia


2015-02-09


Lara Torres


2015-01-07


JOSÉ RAPOSO


2014-12-09


Sara Castelo Branco


2014-11-11


Natália Vilarinho


2014-10-07


Clara Gomes


2014-08-21


Paula Pinto


2014-07-15


Juliana de Moraes Monteiro


2014-06-13


Catarina Cabral


2014-05-14


Alexandra Balona


2014-04-17


Ana Barroso


2014-03-18


Filipa Coimbra


2014-01-30


JOSÉ MANUEL BÁRTOLO


2013-12-09


SOFIA NUNES


2013-10-18


ISADORA H. PITELLA


2013-09-24


SANDRA VIEIRA JÜRGENS


2013-08-12


ISADORA H. PITELLA


2013-06-27


SOFIA NUNES


2013-06-04


MARIA JOÃO GUERREIRO


2013-05-13


ROSANA SANCIN


2013-04-02


MILENA FÉRNANDEZ


2013-03-12


FERNANDO BRUNO


2013-02-09


ARTECAPITAL


2013-01-02


ZARA SOARES


2012-12-10


ISABEL NOGUEIRA


2012-11-05


ANA SENA


2012-10-08


ZARA SOARES


2012-09-21


ZARA SOARES


2012-09-10


JOÃO LAIA


2012-08-31


ARTECAPITAL


2012-08-24


ARTECAPITAL


2012-08-06


JOÃO LAIA


2012-07-16


ROSANA SANCIN


2012-06-25


VIRGINIA TORRENTE


2012-06-14


A ART BASEL


2012-06-05


dOCUMENTA (13)


2012-04-26


PATRÍCIA ROSAS


2012-03-18


SABRINA MOURA


2012-02-02


ROSANA SANCIN


2012-01-02


PATRÍCIA TRINDADE


2011-11-02


PATRÍCIA ROSAS


2011-10-18


MARIA BEATRIZ MARQUILHAS


2011-09-23


MARIA BEATRIZ MARQUILHAS


2011-07-28


PATRÍCIA ROSAS


2011-06-21


SÍLVIA GUERRA


2011-05-02


CARLOS ALCOBIA


2011-04-13


SÓNIA BORGES


2011-03-21


ARTECAPITAL


2011-03-16


ARTECAPITAL


2011-02-18


MANUEL BORJA-VILLEL


2011-02-01


ARTECAPITAL


2011-01-12


ATLAS - COMO LEVAR O MUNDO ÀS COSTAS?


2010-12-21


BRUNO LEITÃO


2010-11-29


SÍLVIA GUERRA


2010-10-26


SÍLVIA GUERRA


2010-09-30


ANDRÉ NOGUEIRA


2010-09-22


EL CULTURAL


2010-07-28


ROSANA SANCIN


2010-06-20


ART 41 BASEL


2010-05-11


ROSANA SANCIN


2010-04-15


FABIO CYPRIANO - Folha de S.Paulo


2010-03-19


ALEXANDRA BELEZA MOREIRA


2010-03-01


ANTÓNIO PINTO RIBEIRO


2010-02-17


ANTÓNIO PINTO RIBEIRO


2010-01-26


SUSANA MOUZINHO


2009-12-16


ROSANA SANCIN


2009-11-10


PEDRO NEVES MARQUES


2009-10-20


SÍLVIA GUERRA


2009-10-05


PEDRO NEVES MARQUES


2009-09-21


MARTA MESTRE


2009-09-13


LUÍSA SANTOS


2009-08-22


TERESA CASTRO


2009-07-24


PEDRO DOS REIS


2009-06-15


SÍLVIA GUERRA


2009-06-11


SANDRA LOURENÇO


2009-06-10


SÍLVIA GUERRA


2009-05-28


LUÍSA SANTOS


2009-05-04


SÍLVIA GUERRA


2009-04-13


JOSÉ MANUEL BÁRTOLO


2009-03-23


PEDRO DOS REIS


2009-03-03


EMANUEL CAMEIRA


2009-02-13


SÍLVIA GUERRA


2009-01-26


ANA CARDOSO


2009-01-13


ISABEL NOGUEIRA


2008-12-16


MARTA LANÇA


2008-11-25


SÍLVIA GUERRA


2008-11-08


PEDRO DOS REIS


2008-11-01


ANA CARDOSO


2008-10-27


SÍLVIA GUERRA


2008-10-18


SÍLVIA GUERRA


2008-09-30


ARTECAPITAL


2008-09-15


ARTECAPITAL


2008-08-31


ARTECAPITAL


2008-08-11


INÊS MOREIRA


2008-07-25


ANA CARDOSO


2008-07-07


SANDRA LOURENÇO


2008-06-25


IVO MESQUITA


2008-06-09


SÍLVIA GUERRA


2008-06-05


SÍLVIA GUERRA


2008-05-14


FILIPA RAMOS


2008-05-04


PEDRO DOS REIS


2008-04-09


ANA CARDOSO


2008-04-03


ANA CARDOSO


2008-03-12


NUNO LOURENÇO


2008-02-25


ANA CARDOSO


2008-02-12


MIGUEL CAISSOTTI


2008-02-04


DANIELA LABRA


2008-01-07


SÍLVIA GUERRA


2007-12-17


ANA CARDOSO


2007-12-02


NUNO LOURENÇO


2007-11-18


ANA CARDOSO


2007-11-17


SÍLVIA GUERRA


2007-11-14


LÍGIA AFONSO


2007-11-08


SÍLVIA GUERRA


2007-11-02


AIDA CASTRO


2007-10-25


SÍLVIA GUERRA


2007-10-20


SÍLVIA GUERRA


2007-10-01


TERESA CASTRO


2007-09-20


LÍGIA AFONSO


2007-08-30


JOANA BÉRTHOLO


2007-08-21


LÍGIA AFONSO


2007-08-06


CRISTINA CAMPOS


2007-07-15


JOANA LUCAS


2007-07-02


ANTÓNIO PRETO


2007-06-21


ANA CARDOSO


2007-06-12


TERESA CASTRO


2007-06-06


ALICE GEIRINHAS / ISABEL RIBEIRO


2007-05-22


ANA CARDOSO


2007-05-12


AIDA CASTRO


2007-04-24


SÍLVIA GUERRA


2007-04-13


ANA CARDOSO


2007-03-26


INÊS MOREIRA


2007-03-07


ANA CARDOSO


2007-03-01


FILIPA RAMOS


2007-02-21


SANDRA VIEIRA JURGENS


2007-01-28


TERESA CASTRO


2007-01-16


SÍLVIA GUERRA


2006-12-15


CRISTINA CAMPOS


2006-12-07


ANA CARDOSO


2006-12-04


SÍLVIA GUERRA


2006-11-28


SÍLVIA GUERRA


2006-11-13


ARTECAPITAL


2006-11-07


ANA CARDOSO


2006-10-30


SÍLVIA GUERRA


2006-10-29


SÍLVIA GUERRA


2006-10-27


SÍLVIA GUERRA


2006-10-11


ANA CARDOSO


2006-09-25


TERESA CASTRO


2006-09-03


ANTÓNIO PRETO


2006-08-17


JOSÉ BÁRTOLO


2006-07-24


ANTÓNIO PRETO


2006-07-06


MIGUEL CAISSOTTI


2006-06-14


ALICE GEIRINHAS


2006-06-07


JOSÉ ROSEIRA


2006-05-24


INÊS MOREIRA


2006-05-10


AIDA E. DE CASTRO


2006-04-20


JORGE DIAS


2006-04-05


SANDRA VIEIRA JURGENS


share |

LE GRAND TOUR - LE BIG MAC



LÍGIA AFONSO

2007-09-20




Os eventos colectivos mais significativos na cena artística europeia actual surgiram este ano geograficamente enquadrados no Grand Tour, histórico fenómeno europeu de viagem característico dos séculos XVII a XIX agora mediaticamente extrapolado para a contemporaneidade, beneficiando da sua excepcional convergência temporal. O Skulptur Projekte Münster, a Documenta, a Biennale di Venezia e a Art Basel acontecem, respectivamente, a cada dez, cinco, dois e um ano, e 2007 é a data assinalada do seu primeiro alinhamento cósmico no século XXI. Os Grand Touristes que este Verão optaram, em detrimento da preguiça ociosa das praias, por aceitar o hercúleo desafio do percurso sugerido entre Münster, Kassel, Veneza e Basileia, puderam, rentabilizando recursos, confirmar in loco as especificidades concretas de cada um dos eventos. Do institucional GrandTour2007 às “petitours” emergentes na geografia alargada das bienais, trienais, feiras de arte e afins, a histeria da oferta colectiva parece inesgotável. Portugal é a periférica excepção nos percursos e na representação.

A ideia setecentista da obrigatoriedade da viagem e da observação directa do local como motor de conhecimento do mundo deu lugar a uma nova e prestigiada categoria de viajantes aristocratas. Durante vários meses, ou anos, jovens oriundos do Norte da Europa iniciavam-se na aprendizagem das culturas autóctones dos países que visitavam munidos de textos-guia publicados por viajantes anteriores. O desejo de expansão e liberdade que os motivava não se inibia com a precaridade das condições de hospedagem que iam encontrando até chegar a Roma, cidade-graal de toda a demanda, de onde sonhavam trazer registos (das suas antiguidades, ruínas e paisagens) que legitimassem a excelência da sua aventura, desejadamente conducente à sua introdução nos circuitos das elites intelectuais da época. O desenvolvimento massivo das redes ferroviárias e a consequente democratização da mobilidade colocou fim ao Grand Tour que se revela hoje, no entanto, protótipo do turismo cultural contemporâneo.

O GrandTour2007 é uma ideia desenvolvida pelo conjunto das organizações dos quatro eventos que nele se inscrevem, uma congregação de esforços para atrair o máximo de visitantes e facilitar a sua mobilidade no percurso de exposição em exposição, assim como o acomodamento nas cidades que as hospedam. A consciência de que a convergência beneficiaria a mediatização conjunta mas prejudicaria cada um dos eventos em particular, do ponto de vista da deslocalização do circuito, obrigou a uma eficácia empresarial no acerto das datas inaugurais. Diversas e quase paradoxais nas suas motivações, propostas, formatos, intenções (mais ou menos declaradas) e históricos elementos de contraforça e de desequilíbrio do sistema, encontram-se agora oportunistamente reunidos sob uma mesma plataforma virtual. A parceria não potencia, porém, nada para além de um retorno publicitário relativo. É um diagrama vazio, uma ideia em potência, um instrumento de marketing sem consequências. Não conceptualiza nem produz discurso ou conteúdos, sacrificando, inclusivamente, o interesse temático da sua própria génese entre a convergência e a divergência. O site disponibilizado para o efeito é deliberadamente comercial: agencia agências de viagens de luxo para turistas sofisticados.

A especulação sobre a possibilidade de adequação dos viajantes às características intrínsecas dos lugares deu lugar a uma bagagem informativa interrelacional prévia que assegura a ausência da surpresa. As expectativas são relativas e o tempo investido é diminuto. A homogeneidade cultural é directamente proporcional ao conforto experimentado. A digestão massiva de objectos é privilegiada em detrimento da vivência demorada da sua especificidade. O consumo imediato responde à urgência da próxima paragem. Já a seguir, de avião (com ou sem escala), jacto privado, automóvel de alta cilindrada, veleiro, gôndola ou bicicleta. A dispersão dos locais de recepção das obras no contexto de cada um dos eventos procura, sem grande eficácia, relativizar o efeito unidireccional do trânsito dos visitantes. Sem desvios românticos, sem rotas inesperadas, sem contrabandistas ou burlões. Com guias de bolso sintéticos, rigorosos, impessoais a substituir os romances de apontamentos exóticos. Com sites informativos a substituir redes de conhecimentos locais. Sem aventura de viagem. Com o trabalho como força motriz para coleccionadores, curadores, artistas ou críticos, ou o ócio e o conhecimento desinteressado para os curiosos, paradigmas sociais que os viajantes da época do embrionário Grand Tour desconheciam.

Alta cultura, baixo risco, topo de gama, o Grand Tour é o Grand Slam da arte. É um mega-evento comercial camuflado por uma actualização intelectual do circuito. É o palco do negócio, com ou sem transacção imediata, do investimento para retorno económico dos agentes envolvidos. Um lugar de encontro fora de portas (aqui conservando uma certa atmosfera exótica) dos intervenientes de sempre para actualização de cartões de contacto. A política, os benefícios sociais, a qualidade de vida, a educação e a inclusão centralizam as abordagens temáticas mas são demitidos de implicações práticas. Desejam-se, no entanto, com cordiais votos de sucesso, para um futuro (leia-se curador) próximo.


Lígia Afonso


LINKS
www.grandtour2007.com
www.artbasel.com
www.artbaselmiamibeach.com
www.documenta12.de
www.labiennale.org
www.skulptur-projekte.de
www.tresbienn.com
www.athensbiennial.org
www.iksv.org/bienal
www.biennale-de-lyon.org