Links

share |

PREVIEW


O TEMPO E O MODO, PARA UM RETRATO DA POBREZA EM PORTUGAL - HOSPITAL JÚLIO DE MATOS

Artecapital

2015-01-13



De 16 de Janeiro a 27 de Fevereiro, o Pavilhão 31 do Hospital Júlio de Matos recebe o projecto O TEMPO E O MODO, PARA UM RETRATO DA POBREZA EM PORTUGAL. 

O TEMPO E O MODO é uma proposta de investigação e de criação, através de documentação escrita, impressa, fotográfica e de uma série de novos trabalhos artísticos, sobre a Pobreza em Portugal, sendo o resultado de toda esta pesquisa documental e visual apresentada numa exposição e registada num livro.

Este projecto tem como principal objectivo contribuir para uma reflexão e visão histórica das formas de pobreza, desde o século XIX até à actualidade, nas suas mais variadas facetas. Julgamos por isso ser fulcral criar um panorama visual e documental da Pobreza na sociedade portuguesa, que compreenda as questões sociológicas, antropológicas, políticas, filosóficas e estéticas, articulando-as num projecto que seja uma reflexão crítica sobre estes problemas.
Esse panorama quer estar fundamentado nas grandes áreas de estudo e pensamento sobre a Pobreza, mas quer também que seja de leitura acessível e clara a todos os cidadãos, constituindo matéria de reflexão pública, assim como um espaço que abra perspectivas de acção e combate à Pobreza, numa proposta clara de pensamento como intervenção.

Um projecto de Paulo Mendes e Emília Tavares, que conta com trabalhos de Gustavo Sumpta, Hugo Canoilas, João Tabarra, Margarida Correia, Maria Trabulo, Nuno Ramalho, Pedro Barateiro e Renato Ferrão, assim como contribuições de Augusto Brázio, Nelson D’aires, Paulo Pimenta, Pedro Ventura e Valter Vinagre. A investigação esteve a cargo de Frederico Agóas, José Neves e Rita Sá Marques.

Aparte do projecto artístico, decorrerá um seminário organizado pela Unipop (www.unipop.info), intitulado "Política, Austeridade e Emancipação: a Metrópole em Tempos de Crise", que decorrerá no dia 24 de Janeiro no Auditório do Hospital Júlio de Matos e contará com a presença de Antonio Negri, António B. Guterres, Eduardo Ascensão, Emília Tavares, Inês Galvão, Judith Revel, Nuno Rodrigues, Nuno Serra, Otávio Raposo, Paulo Mendes e Unipop. A entrada é gratuita.

 

SOBRE O PROJECTO

O TEMPO E O MODO, baseia-se na revista que foi criada em 1963 e foi editada até 1977.
Tratava-se de uma revista com um pensamento transversal do ponto de vista político – local de discussão e polémicas – formada por católicos progressistas, que foi sofrendo uma viragem política ao longo das décadas, numa relação orgânica com a realidade que havia mudado na sequência dos acontecimentos do 25 de Abril, e onde participaram activistas que viriam a ser futuros governantes, membros do Partido Socialista, católicos e radicais de esquerda.
Na lista de directores e colaboradores estão nomes tão diversos como: António Alçada Baptista, João Bénard da Costa, Pedro Tamen, Jorge de Sena, Eduardo Lourenço, Vasco Pulido Valente, Jorge Sampaio, Mário Soares, José-Augusto França, Mário Dionísio, Arnaldo Matos, Fernando Pernes, Luís Miguel Cintra ou João César Monteiro, entre muitos outros.

Este projecto reivindica um papel de reflexão e intervenção da cultura na realidade social e política do país. Um pensamento afirmativo, elaborado em parceria entre a palavra e a imagem, recuperando a memória iconográfica e escrita, para pensar um presente precário, que está a deixar marcas indeléveis em várias gerações.

O TEMPO E O MODO quer ser um lugar de discussão e polémica num país de consensos, onde uma sociedade acrítica sobrevive no meio da indiferença. Um lugar onde a palavra e a imagem confluem, nos cartazes, nas revistas, nos vídeos, nas fotografias, nas instalações, nos jornais ou nos livros, para relembrar a circularidade da história, os erros que se repetem sem solução, num país que parece não ter a capacidade de criar uma estratégia para o seu futuro, e em que as elites dominantes, aproveitaram a crise económica mundia,l para internamente restringir direitos adquiridos.

A montagem da exposição obedece à utilização de materiais precários e de construção civil, materiais produzidos na indústria pós-fordista, elementos estandardizados, usados para construção de qualidade mas também para os abrigos precários.
Materiais disruptivos como o cubo branco da galeria – instalar uma exposição como um estaleiro de obra, precário, em construção.
Um espaço de discussão e confronto, entre o interior e o exterior - a rua é o local da potência colectiva, o espaço público onde se manifesta, na sua espontaneidade e liberdade, onde se faz ouvir, onde reivindica, mas é também o espaço habitado dos excluídos.

Este retrato da pobreza em Portugal não acontece numa instituição cultural, mas num hospital psiquiátrico e as doenças mentais, foram e continuam a ser frequentemente relacionadas com a exclusão e a pobreza. Uma irónica metáfora sobre um país doente, moribundo.

 

SOBRE O SEMINÁRIO

POLÍTICA, AUSTERIDADE E EMANCIPAÇÃO:
A METRÓPOLE EM TEMPOS DE CRISE

24 de Janeiro | Auditório do Hospital Júlio de Matos


A actual crise deu nova visibilidade ao problema da pobreza. Em alternativa aos discursos paternalistas do assistencialismo social e aos discursos que propõem enquanto solução para o problema da pobreza receitas individuais como o empreendedorismo, este seminário procurará promover uma discussão que coloque a emancipação colectiva enquanto uma hipótese urgente nestes tempos difíceis. Discutindo os processos de privação material que as actuais políticas de austeridade têm vindo a acentuar e as práticas discursivas que identificam a pobreza a uma posição de exclusão e marginalidade, exploraremos possibilidades de acção emancipatória que se afirmem a partir de condições sociais menos privilegiadas. O seminário organiza-se em torno de três mesas, a primeira das quais consistindo numa conversa com os filósofos Antonio Negri e Judith Revel, conduzida pela Unipop. Nesta sessão matinal, partindo do lugar que as figuras do pobre ou da multidão tomam no pensamento de Negri ou dos contributos de Revel em torno dos motins nos subúrbios de Paris, discutiremos o que ambos chamaram, num artigo a quatro mãos, o comum em revolta. Na segunda mesa, comentada por Inês Galvão, o geógrafo Nuno Serra analisará a economia política da caridade, em particular no actual contexto de austeridade, em que a retracção e redefinição das funções sociais do Estado se articula com o desenvolvimento de iniciativas privadas de cariz filantrópico e ou caritativo, as quais tendem a remeter a condição pobre à figura da vítima. Já o antropólogo Otávio Raposo, que se tem interessado pelo tema das culturas urbanas e da segregação, desenvolvendo pesquisa etnográfica em Lisboa e no Rio de Janeiro, irá falar sobre o modo como a condição pobre é configurada em termos criminais pelas práticas de policialização. Finalmente, na terceira e última mesa, reunimos António Brito Guterres, membro de diversas associações locais e investigador que tem trabalhado sobre questões como regeneração urbana, commons, arte e cultura no desenvolvimento da cidade, e o antropólogo Eduardo Ascensão, autor de pesquisas sobre construção informal, pós-colonialismo e migração em cidades de língua portuguesa. Nesta sessão final, comentada por Nuno Rodrigues, procuramos conhecer projectos colectivos e trajectos individuais que, sob a violência dos efeitos marginalizadores das políticas dominantes na cidade, ainda assim situam os excluídos no centro de um processo de transformação da vida na metrópole.

PROGRAMA
10h: Recepção e abertura

10h30: O comum em revolta: do pobre à multidão
Com Antonio Negri e Judith Revel. Conversa com Unipop

Intervalo para almoço

14h30: Crítica das políticas da pobreza: do policiamento à caridade
Com Otávio Raposo e Nuno Serra, comentário por Inês Galvão.

16h15: Do pobre enquanto sujeito da sua emancipação: associativismo e agencialidade
Com Eduardo Ascensão e António Brito Guterres, comentário por Nuno Rodrigues

18h: Visita à exposição guiada pelos curadores Emília Tavares e Paulo Mendes 

 

:::

 

 

O TEMPO E O MODO, PARA UM RETRATO DA POBREZA EM PORTUGAL

Indicadores económicos recentes revelam que, em Portugal, pela primeira vez desde a década de 90 do século XX, o nível de pobreza aumentou. Segundo dados recentes avançados pelo Instituto Nacional de Estatística (INE), a taxa de pobreza é de 18,7% – afecta mais de dois milhões de pessoas.

Segundo o INE, um quarto (24,7%) da população está em risco de pobreza. Olhando para estes segmentos da população, há conclusões inultrapassáveis que ressaltam destes números: os menores de 18 anos, as famílias com filhos a seu cargo e os desempregados são os mais afectados. São grupos sociais frágeis que estão mais expostos, e sobre os quais a iminência das ondas de choque sociais são mais violentas.

A pobreza foi uma das condições sociais que mais foi combatida, em todos os quadrantes políticos dos regimes democráticos, num espírito de solidariedade social mínima visando erradicar a exclusão económica num estado de prosperidade. O denominador comum do discurso e acções políticas, teve um rosto público bem identificado: ‘Estado Social’, que uns defendem como sistema de erradicação das exclusões (económica, social e cultural), e outros rejeitam argumentando com a sua insustentabilidade económica.

O ultraliberalismo e o pós-capitalismo selvagens tornaram de novo a pobreza um assunto presente, em sociedades e países desenvolvidos, duma forma que se torna a cada dia demasiado evidente. De forma abrupta, a pobreza, e por arrastamento a exclusão social, não é um índice que já só interessa aos países sub-desenvolvidos ou em desenvolvimento, mas que grassa na Europa, no nosso quotidiano e em sociedades que julgávamos ao abrigo da mesma.

Esta é, sem dúvida, uma das mais perigosas ameaças à estabilidade social e política com que a Europa e o mundo se defrontam, já que a pobreza tem funcionado, ao longo da história, como um dos principais responsáveis por conjunturas de totalitarismo e de maior injustiça social.

No final dos anos setenta assistimos em Portugal à falência das utopias pós-revolucionárias e à integração europeia que prometeu um país económica e socialmente próximo dos estabilizados padrões europeus. Seguiu-se a desregulação dos apoios da comunidade europeia e a progressão da corrupção num regime de impunidade jurídica e política.

A crise do sistema financeiro internacional, que teve o seu início em 2008, acarretou consequências brutais para as economias europeias mais débeis, arrastando países como a Grécia, Irlanda, Itália, Espanha e Portugal para um retrocesso da qualidade de vida sem igual, uma perda inimaginável há alguns anos atrás. Abruptamente deu-se o regresso a padrões sociais de há vinte ou trinta anos. Os sistemas económicos liberais aproveitam para efectuar uma “purga” nas concessões ou conquistas, conforme o ponto de vista, ao movimento operário. O que levou décadas a materializar perdeu-se num ápice, tendo a crise como escudo protector.

Por isso mesmo, o pensamento cultural e artístico deve contribuir para uma reflexão e observação do estado da Pobreza, analisando a sua evolução histórica, de forma a permitir um entendimento esclarecido e crítico da mesma, que seja útil à sociedade e aos cidadãos.

Esse panorama quer estar fundamentado nas grandes áreas de estudo e pensamento sobre a Pobreza, mas quer também que seja de leitura acessível e clara a todos os cidadãos, constituindo matéria de reflexão pública, assim como um espaço que abra perspectivas de acção e combate à Pobreza, numa proposta clara de pensamento como intervenção.


Emília Tavares e Paulo Mendes, 2014

 

 

>>>>>>

O TEMPO E O MODO, PARA UM RETRATO DA POBREZA EM PORTUGAL

Inauguração: 16 Janeiro, 21h30
Pavilhão 31
Hospital Júlio de Matos – Centro Hospitalar Psiquiátrico de Lisboa
Avenida do Brasil, 53, Lisboa
Horário _ 2ª a 6ª feira das 10 às 16 horas


www.planogeometrico.com/otempoeomodo
 

 

 




Outros artigos:

2017-09-19


Plataforma Revólver - Novo ciclo de exposições | Inauguração: 21 Set, 22h, Edifício Transboavista, Lisboa
 

2017-09-11


Queer Lisboa – Festival Internacional de Cinema Queer | 15 a 23 de setembro, Cinema São Jorge
 

2017-08-29


VICENTE´17, Do silêncio dos Corvos, Animal Vicente | Inauguração: 2 Set - 18h, Ermida Nossa Senhora da Conceição em Belém, Lisboa
 

2017-08-21


FUSO 2017 - ANUAL DE VÍDEO ARTE INTERNACIONAL DE LISBOA, 22 a 27 Agosto
 

2017-07-12


XIX Bienal Internacional de Arte de Cerveira | 15 Jul a 16 Set, Vila Nova de Cerveira
 

2017-06-28


AR - 3° Festival de Cinema Argentino | 30 Jun > 9 Jul, Lisboa
 

2017-06-19


4ª edição da Semana Acesso Cultura | 19 > 25 Jun, Lisboa
 

2017-06-14


UNDERSCORE - Festival de Música, Som, Imagem em Movimento e Arquivo | 13 a 17 de Jun, Lisboa
 

2017-06-06


InArt - Abertura oficial: Concerto e Performance | 6 a 11 Jun, Teatro São Luiz
 

2017-05-31


Seminário InArt - Intersecção de Experiências Práticas e Teóricas na Arte Participativa | 2 Jun, Fundação Portuguesa das Comunicações
 

2017-05-23


Ciclo de Conferências da exposição O mais profundo é a pele | 27 Mai, 18h30, Palácio Pombal, Lisboa
 

2017-05-17


ARCOlisboa 2017 | 18 a 21 de maio, Cordoaria Nacional
 

2017-05-03


IndieLisboa 2017 | 3 a 14 Maio
 

2017-04-28


“A Desmontagem” da exposição de Los Carpinteros | 1 Maio, Carpintarias de São Lázaro
 

2017-04-18


Lançamento do Catálogo LOS CARPINTEROS | 21 Abril, Carpintarias de São Lázaro
 

2017-04-10


Projecto P! Performance na Esfera Pública | 10>14 Abr, Lisboa
 

2017-04-05


documenta 14 | 8 Abr, Atenas
 

2017-03-28


Terra Incógnita, de Inez Teixeira | Inaugura 30 de Março, 18h30, Fundação Portuguesa das Comunicações
 

2017-03-20


Ciclo de encontros O que é o Arquivo? | 23 a 25 de Março, Museu Calouste Gulbenkian
 

2017-03-15


BoCA – Biennial of Contemporary Arts | Abertura 17 Mar, Lisboa e Porto
 

2017-03-07


Álvaro Siza Vieira: Visões da Alhambra | Inauguração 7 Mar, Biblioteca de Serralves
 

2017-02-28


Conferência Curatorial Practices at Moderna Museet, Stockholm, Sweden, 1956-2016 Curators, Collections, Exhibitions and Architecture | 8 Mar, 18h, FCSH
 

2017-02-21


ARCOmadrid 2017 | 22-26 Fev, Madrid
 

2017-02-14


Córtex – Festival de Curtas Metragens de Sintra | 16>19 Fev, Centro Cultural Olga Cadaval
 

2017-02-08


"Visão Yanomami" de Claudia Andujar | 11 Fev 17h, Arquivo Municipal de Lisboa - Fotográfico
 

2017-01-31


José de Almada Negreiros: uma maneira de ser moderno | 3 Fev>5 Jun, Museu Calouste Gulbenkian
 

2017-01-24


1º ciclo expositivo de 2017 | 28 Jan, Centro Internacional das Artes José de Guimarães
 

2017-01-17


14.ª edição da KINO – Mostra de Cinema de Expressão Alemã | 19 Jan-3 Fev
 

2017-01-09


ROI SOLEIL, Performance e exposição individual | 13 Jan, Galeria Graça Brandão
 

2017-01-04


Este Lugar Lembra-te Algum Sítio? | Inauguração 7 Jan, Círculo Sereia, Coimbra
 

2016-12-20


The Legendary Tigerman, Fuck Christmas Baby, I got the Blues | 23 e 25 Dez
 

2016-12-14


Seminário Harun Farocki e a Visualidade Pós-Media – Entre a Percepção Sintética e a Neocibernética | 14, 15 e 16 Dez, FBAUL
 

2016-12-06


RED AFRICA - Things Fall Apart, na Galeria Avenida da Índia | Inauguração: 7 de Dezembro, 19h
 

2016-11-23


Estética, Propaganda e Utopia no Portugal de António Ferro | Inauguração: 26 Nov, Livraria Sá da Costa
 

2016-11-15


From A to C; This Being B | Inauguração: 17 Nov, Manchester
 

2016-11-07


Miguel Branco em Paris - 2 exposições | Inauguração 8 Nov
 

2016-10-31


ESTÓRIAS: PORTUGAL-ÁFRICA - Natureza Morta. Visages d’une Dictature, de Susana de Sousa Dias | 1 Nov, CAPC
 

2016-10-25


14ª edição do Festival Temps d´Image - 27 Out > 10 Dez, Lisboa
 

2016-10-18


14ª edição Doclisboa – Festival Internacional de Cinema | 20 a 30 Out
 

2016-10-11


7.ª edição da «Abertura de Ateliês de Artistas» | 14>16 Out, Lisboa
 

2016-10-03


MAAT - inauguração do novo edifício | 5 Out
 

2016-09-20


26ª edição Encontros da Imagem | 20 Set>5 Nov
 

2016-09-13


Queer Lisboa 20 – Festival Internacional de Cinema Queer | 16>24 Set
 

2016-08-30


MOTELX - Festival Internacional de Cinema de Terror de Lisboa | 1>11 Set
 

2016-08-23


8ª edição de FUSO – Anual de Vídeo Arte Internacional de Lisboa | 23>28 Ago
 

2016-08-03


CITEMOR: Festival de Montemor-o-Velho arranca a 5 de Agosto em Coimbra
 

2016-07-14


Estudos para um céu, de Michael Biberstein | 16 Jul, FASVS
 

2016-07-05


Eu não evoluo, viajo, retrospectiva de José Escada | Inauguração: 8 Jul, 18h30, Museu Calouste Gulbenkian
 

2016-06-29


MAAT – Museu de Arte, Arquitetura e Tecnologia | Apresentação e inauguração de 4 exposições, 29 Jun - 19h
 

2016-06-21


Loveable, de Plataforma285 | 24>28 Jun, Culturgest
 

2016-06-15


Dragon´s Lair, de Pedro Cabral Santo | 18 Jun, Travessa da Ermida
 

2016-05-30


PHotoEspaña 2016 | 1 Jun>28 Ago
 

2016-05-24


ARCOlisboa | 26-29 Maio, Cordoaria Nacional
 

2016-05-18


NOVO BANCO Photo 2016 - Inauguração: 18 Mai, 19h, Museu Colecção Berardo
 

2016-05-17


A saltar do livro. Livros Pop-Up | Inauguração: 17 Mai, 18h30. Biblioteca Nacional de Portugal
 

2016-05-03


Não te faltará a distância. Uma exposição em quatro passos - Rui Chafes | 5 Mai > 1 Jul, Igreja de São Cristóvão
 

2016-04-27


Gala de Jérôme Bel | Teatro Maria Matos | 27 a 29 de Abril, às 21h30
 

2016-04-25


Maxamba, de Suzanne Barnard e Sofia Borges | Indie Lisboa 2016: 30 Abr
 

2016-04-22


You disappeared in complete silence, de Christiane Peschek / Inauguração: 22 Abr, 19h
 

2016-04-12


Inquéritos ao Território: Paisagem e Povoamento | Museu Nacional de Etnologia, 14 Abr>16Out, 2016
 

2016-04-05


Um apartamento à Estrela - Mobiliário de Miguel Jacobetty | Inauguração 7 Abr, Galeria Bessa Pereira
 

2016-03-28


preso por ter cão / preso por não ter | Conferências, 1>29 Abr, fundação carmona e costa
 

2016-03-16


Michael Clark Company, 19 e 20 Mar, Casa de Serralves
 

2016-03-08


FACA 2016 - Festa de Antropologia Cinema e Arte, 10>12 Março
 

2016-03-01


CUMPLICIDADES - Festival Internacional Dança Contemporânea de Lisboa, 4>19 Mar
 

2016-02-23


ARCOmadrid 2016 Edição | 24-28 Fev
 

2016-02-18


veículo de intimidade – hoje Programação especial Ernesto de Sousa | 19 e 20 Fev, Museu Colecção Berardo
 

2016-01-26


KINO – Mostra de Cinema de Expressão Alemã | 27 Jan > 4 Fev
 

2016-01-12


JOSÉ OITICICA FILHO - Retrospectiva, 16 Jan > 12 Mar, Galeria Índica, Rio de Janeiro
 

2016-01-06


A IMPORTÂNCIA DE SER AGUSTINA BESSA LUÍS, de Miguel Bonneville | 8>10 Jan, Teatro Taborda
 

2015-12-16


GENTILEZA DE UM GIGANTE, de Gustavo Ciríaco | 18 > 19 de Dez
 

2015-12-08


4ª Edição dos Encontros para Além da História | 10 > 12 Dez
 

2015-11-30


Festival Porto/Post/Doc | 1 a 8 de Dezembro, Porto
 

2015-11-23


6ª Feira do Livro de Fotografia de Lisboa - Arquivo Municipal de Lisboa | Fotográfico, 27 a 29 Nov
 

2015-11-16


Novas exposições na Plataforma Revólver | Inauguração 18 Nov
 

2015-10-28


Anozero: Bienal de Arte Contemporânea de Coimbra | 31 Out > 29 Nov
 

2015-10-21


Interregnum, de Stan Douglas | Inauguração: 21 Out, 19h
 

2015-10-13


HELENA ALMEIDA: A MINHA OBRA É O MEU CORPO, O MEU CORPO É A MINHA OBRA | Inauguração: 16 OUT 22h, Serralves
 

2015-10-07


16ª FESTA DO CINEMA FRANCÊS | 8 Out > 29 Nov
 

2015-09-29


Festival Internacional Filmes sobre Arte em Portugal | ZDB, 1>4 Out
 

2015-09-22


Festival Internacional de Fotografia Encontros da Imagem 2015 | 23 Set a 1 Nov
 

2015-09-16


Novas exposições na Plataforma Revólver | Inauguração 17 Set
 

2015-09-09


Disorder, Caio Reisewitz | 9 Set>31 Out, Maison Européenne de la Photographie
 

2015-08-24


FUSO – ANUAL DE VÍDEO ARTE INTERNACIONAL DE LISBOA | 25 AGO > 30 AGO
 

2015-07-14


XVIII Bienal Internacional de Arte de Cerveira - 18 Jul > 19 Set
 

2015-07-06


Colecção Jardins da Vitória | Inauguração 8 de Julho
 

2015-06-30


Festival Silêncio, 2>5 de Julho, Cais do Sodré
 

2015-06-22


Colóquio O QUE É A ARTE? | 26 de Jun
 

2015-06-16


ART BASEL | 16 a 21 Jun
 

2015-06-02


MARLENE DUMAS - 31 Mai > 6 Set | Fundação Beyeler, Suiça
 

2015-05-25


28 DE MAIO, NOVAS EXPOSIÇÕES NA PLATAFORMA REVÓLVER
 

2015-05-18


Inauguração: HANGAR, Centro de Investigação Artística – 22 Maio
 

2015-05-12


AR - Festival de Cinema Argentino | 14 a 17 de Maio, Cinema S. Jorge
 

2015-05-05


GENDER TROUBLE, Performance, Performatividade e Política de Género | 5 Maio a 24 Junho
 

2015-04-27


Tesouros da Fotografia Portuguesa do Século XIX, Museu do Chiado
 

2015-04-20


Art Brussels | 24 a 27 de Abril, Bruxelas
 

2015-04-14


POGO: A Oeste nada de novo | 15 a 18 Abr, Caldas da Rainha
 

2015-04-06


O Homem que Emprestava Sorrisos, de António Saragoça | 10 a 24 de Abril, Pickpocket Gallery
 

2015-03-30


Coleção Design Português - 8 volumes
 

2015-03-23


OS CINEMAS DAS INDEPENDÊNCIAS AFRICANAS - 25 e 26 Mar, FLUL
 

2015-03-16


IMAGENS MIGRATÓRIAS #2 - BENJAMIN VERDONCK | Rivoli, Porto, 21 Mar
 

2015-03-10


CUMPLICIDADES - Festival Internacional Dança Contemporânea de Lisboa, 13>29 Mar
 

2015-03-02


You Love Me, You Love Me Not - Arte contemporânea na Coleção Sindika Dokolo, 5 Mar a 10 Mai, Porto
 

2015-02-25


ARCOmadrid 2015 - 25 Fev a 1 Mar
 

2015-02-24


Lançamento do livro Pogo - um ajuste de contas com o futuro, 24 de Fev, Livraria Ler Devagar
 

2015-02-17


A TECEDURA DO CAOS, de Tânia Carvalho - TAGV e Teatro Maria Matos
 

2015-02-09


Córtex - Festival de Curtas-Metragens de Sintra, 12>15 Fev
 

2015-02-03


Lançamento: partir por todos os dias, de José Maçãs de Carvalho - Ler Devagar
 

2015-01-26


Como se pronuncia design em português? - Exposição MUDE
 

2015-01-19


KINO – MOSTRA DE CINEMA DE EXPRESSÃO ALEMÃ, Lisboa, Porto e Coimbra
 

2015-01-13


O TEMPO E O MODO, PARA UM RETRATO DA POBREZA EM PORTUGAL - Hospital Júlio de Matos
 

2015-01-05


O QUE É A ARTE? 2.ª EDIÇÃO - Museu Coleção Berardo
 

2014-12-30


ÁJAX POR EXEMPLO e outros textos de Heiner Müller - Teatro da Politécnica
 

2014-12-22


Mr. Turner, de Mike Leigh - Estreia 25 de Dezembro
 

2014-12-15


Ro.ger, de Carlota Lagido - Teatro da Politécnica
 

2014-12-09


Uma Noite na Praia, de São José Correia - Estreia 11 Dezembro
 

2014-12-02


InShadow - 6.0 Festival Internacional de Vídeo, Performance e Tecnologias - Lisboa
 

2014-11-24


Escola de Artes Visuais do Parque Lage - EAVerão 2015
 

2014-11-17


FESTA DO CINEMA ROMENO - Culturgest
 

2014-11-11


GALERIA DAS SALGADEIRAS: INAUGURAÇÃO DO NOVO ESPAÇO
 

2014-11-04


Lisbon & Estoril Film Festival | 7 e 16 de Novembro
 

2014-10-27


O GRANDE KILAPY DE ZÉZÉ GAMBOA - ESTREIA CINEMA CITY ALVALADE
 

2014-10-20


I CONGRESSO INTERNACIONAL ARTE E GÉNERO? | 22 a 24 Out
 

2014-10-13


Abertura dos Ateliês de Artistas (AAA) - 5ª Edição
 

2014-10-06


NA SUPERFÍCIE: FOTOGRAFIA E ARQUITECTURA, ATRAVESSANDO FRONTEIRAS E DESLOCANDO LIMITES
 

2014-09-30


PRÓXIMOS LANÇAMENTOS DA DAFNE EDITORA - PORTO
 

2014-09-23


CIRCULAR FESTIVAL DE ARTES PERFORMATIVAS - 10ª EDIÇÃO, VILA DO CONDE
 

2014-09-15


ART EDIFÍCIO TRANSBOAVISTA APRESENTA SETE NOVAS EXPOSIÇÕES
 

2014-09-08


FESTIVAL TODOS – CAMINHADA DE CULTURAS, LISBOA
 

2014-09-02


31ª BIENAL DE SĀO PAULO
 

2014-08-25


FUSO – ANUAL DE VÍDEO ARTE INTERNACIONAL DE LISBOA
 

2014-08-18


Novas exposições no Inhotim | Brasil
 

2014-07-30


EDINBURGH FESTIVAL FRINGE - Edimburgo, Escócia
 

2014-07-22


O RESPEITO E A DISCIPLINA QUE A TODOS SE IMPÕE. MOBILIÁRIO PARA EDIFÍCIOS PÚBLICOS EM PORTUGAL (1934-1974) | MUDE
 

2014-07-15


Walk&Talk– Festival Internacional de Arte Pública dos Açores
 

2014-07-07


Est Art Fair – International Contemporary Art Fair | Centro de Congressos do Estoril
 

2014-07-03


Dissecção, de Alexandre Farto | Museu da Electricidade
 

2014-06-19


Manifesta 10 | São Petersburgo
 

2014-06-10


14ª Bienal Internacional de Arquitectura de Veneza
 

2014-06-02


Metropolitana - Temporada 2014-2015
 

2014-05-27


BES Photo: Délio Jasse, José Pedro Cortes e Letícia Ramos | Museu Colecção Berardo
 

2014-05-19


CHOICES Collectors Weekend - Palais de Beaux-Arts, Paris
 

2014-05-05


Revista Marte #5: Colóquio Os Processos da Arte
 

2014-04-22


IndieMovingImage - Indie Lisboa 2014
 

2014-04-15


Ângela Ferreira, Indépendance Cha Cha
 

2014-04-08


Jean Paul Gaultier no Barbican Centre
 

2014-03-31


A Visão Incorporada: Performance para a Câmara - MNAC
 

2014-03-26


GEORGES DIDI-HUBERMAN: Universidade de Coimbra e Museu de Serralves
 

2014-03-18


ARTISTA NA CIDADE: Forced Entertainment na Culturgest
 

2014-03-13


Ciclo Paulo Rocha e Fernando Lopes - Uma Espécie de Gémeos Diferentes
 

2014-03-03


FACA – Festa de Antropologia Cinema e Arte
 

2014-02-26


IN MEDIAS RES, de Luciana Fina - Cinemateca
 

2014-02-17


ARCO Madrid 2014 – Feira Internacional de Arte Contemporânea
 

2014-02-12


Sobre o trabalho da montagem em artistas que usam o filme - Culturgest
 

2014-02-05


Cabaret Vicente - São Luíz Teatro Municipal
 

2014-01-30


Carla Filipe – Museu Berardo
 

2014-01-24


Joan Fontecuberta – Maison Européenne de la Photographie
 

2014-01-09


Harvard na Gulbenkian – Pensar através do cinema
 

2013-11-28


EXD'13 - LOUNGING SPACE EM DESTAQUE
 

2013-10-25


DOCLISBOA’13
 

2013-10-01


CICLO DE CONFERÊNCIAS NOVAS PERSPETIVAS EM SERRALVES
 

2013-09-24


LISBON WEEK: EXPOSIÇÕES, CONCERTOS E PALESTRAS
 

2013-09-12


Doc’s Kingdom - Seminário Internacional sobre Cinema Documental
 

2013-08-27


Bienal Internacional de Curitiba
 

2013-08-05


“Corta Luz”, de Luiza Baldan - Pivô
 

2013-07-04


Três novas exposições em Serralves
 

2013-06-03


O Consumo Feliz: o século XX pelos “olhos” da publicidade
 

2013-05-07


EXD’13 - As novidades da 8ª edição
 

2013-05-04


'Thumbnails e Modelos' de Eduardo Batarda
 

2013-04-12


‘Fausto’, de Aleksandr Sokurov
 

2013-03-05


'Laurence para sempre', de Xavier Dolan
 

2013-02-05


Sobre Julião Sarmento
 

2013-01-28


'Freak Out' de Ricardo Angélico
 

2013-01-14


'Um chá para Alice'
 

2013-01-02


A imagem técnica e as suas crenças. A confiança visual na era digital
 

2012-12-11


‘Amor’, de Michael Haneke
 

2012-12-05


'César deve morrer', de Paolo e Vittorio Taviani
 

2012-11-26


10 anos de Baginski
 

2012-11-20


‘Poética da dança contemporânea’, de Laurence Louppe
 

2012-11-13


Riso: Uma exposição a sério
 

2012-10-29


Lisbon & Estoril Film Festival: e já lá vão seis anos...
 

2012-10-18


De Sensu et Sensato
 

2012-09-27


Hélio Oiticica – Museu é o Mundo
 

2012-09-26


Do real ao metafórico: assim é Verde
 

2012-09-25


Usura de Paulo Nozolino