Links

Subscreva agora a ARTECAPITAL - NEWSLETTER quinzenal para saber as últimas exposições, entrevistas e notícias de arte contemporânea.



ARTECAPITAL RECOMENDA


Outras recomendações:

wanderings


Coletiva
Cristina Guerra Contemporary Art, Lisboa

Saga


Pedro Barateiro
Galeria Filomena Soares, Lisboa

Fifty-Fifty (50|50)


Noé Sendas Rui Calçada Bastos
Galeria Miguel Nabinho, Lisboa

O Gosto solitário de Gravar


Ana Galvão
Galeria Quadrum, Lisboa

História da Vida Privada


Pedro Valdez Cardoso
Galeria 111, Lisboa

A New perspective on Alexander M collection


Rui Macedo
Galeria Municipal Vieira da Silva, Loures

Sem destino a


Coletiva
FBAUL - Faculdade de Belas Artes da Universidade de Lisboa, Lisboa

Uma Fresta de Possibilidade. Duas Coleções em Diálogo


COLECTIVA
Fórum Eugénio de Almeida, Évora

Por que os peixes saltam por cima da superfície da água?


Oscar Holloway
Museu Geológico - LNEG , Lisboa

Secrets to Tell


Grada Kilomba
MAAT, Lisboa

ARQUIVO:

O seguinte guia de exposições é uma perspectiva prévia compilada pela ARTECAPITAL, antecipando as mostras. Envie-nos informação (Press-Release e imagem) das próximas inaugurações. Seleccionamos três exposições periodicamente, divulgando-as junto dos nossos leitores.

 

share |

TEST GROUND KICK #2

Filipe André Alves & Valério Ismaeli




PLANO LISBOA
Rua Academia Recreativa de Santo Amaro 7b (Alcântara)
1300-001 LISBOA

21 ABR - 29 ABR 2017


Inauguração dia 21 de Abril às 19h no Plano Lisboa

Para este segundo Kick, Filipe A. Alves e Valério Ismaeli encontram-se na evocação de práticas e formas ancestrais, produzindo um trabalho que revela um diálogo de laboratório em torno do “gnomon” como objeto que é, simultaneamente, relógio de sol, símbolo de verticalidade monumental e monólito para várias crenças, simbologias e práticas.

Pensemos sobre a primeira intenção do homem de edificar uma forma maciça com medidas perfeitas.

FILIPE ANDRÉ ALVES

O Filipe investiga entre a poesia, a filosofia e a antropologia evidenciando, através da sua produção de desenhos e esculturas, referências antropocêntricas ou a forma regular do segmento de reta, procurando entender as suas diversas conotações, origens e aplicações.


VALÉRIO ISMAELI

O Valério Ismaeli sublinha uma prática ancestral ao recolher do mar a enorme diversidade de objetos e lixos navegantes que dão corpo às suas mini construções, “maquetes” ou menires, que são devolvidos ao areal para serem apresentados e documentados, encerrando um discurso também ele antropológico e poético em torno da imagem e da forma, mas também da ação do homem.