Links

Subscreva agora a ARTECAPITAL - NEWSLETTER quinzenal para saber as últimas exposições, entrevistas e notícias de arte contemporânea.



ARTECAPITAL RECOMENDA


Outras recomendações:

QUASE TUDO O QUE SOU CAPAZ


ÂNGELO DE SOUSA
Galeria Municipal de Matosinhos, Matosinhos

A Memória da Mão


Efrain Almeida
MCO Arte Contemporânea, Porto

O Som da Neve - The Sound of Snow


Michael Snow
Culturgest, Lisboa

Esgotaram-se os nomes para as tempestades


Tatiana Macedo
Culturgest (Porto), Porto

Vigilância


Júlia Ventura
Colégio das Artes da Universidade de Coimbra, Coimbra

A terceira margem e as ruínas circulares


João Seguro
Galeria do Parque de Escultura Contemporânea Almourol, Vila Nova da Barquinha

ÁLVARO LAPA: NO TEMPO TODO


ÁLVARO LAPA
Museu de Serralves - Museu de Arte Contemporânea, Porto

Orbes


JORGE MARTINS/RITA TABORDA DUARTE
Galeria Ratton, Lisboa

Ver não é tão importante como sentir


MARIA LASSNIG
Fundação Arpad Szenes - Vieira da Silva, Lisboa

Todas as Histórias


Vasco Araújo
Fundação Carmona e Costa, Lisboa

ARQUIVO:

O seguinte guia de exposições é uma perspectiva prévia compilada pela ARTECAPITAL, antecipando as mostras. Envie-nos informação (Press-Release e imagem) das próximas inaugurações. Seleccionamos três exposições periodicamente, divulgando-as junto dos nossos leitores.

 

share |

TEST GROUND KICK #2

Filipe André Alves & Valério Ismaeli




PLANO LISBOA
Rua Academia Recreativa de Santo Amaro 7b (Alcântara)
1300-001 LISBOA

21 ABR - 29 ABR 2017


Inauguração dia 21 de Abril às 19h no Plano Lisboa

Para este segundo Kick, Filipe A. Alves e Valério Ismaeli encontram-se na evocação de práticas e formas ancestrais, produzindo um trabalho que revela um diálogo de laboratório em torno do “gnomon” como objeto que é, simultaneamente, relógio de sol, símbolo de verticalidade monumental e monólito para várias crenças, simbologias e práticas.

Pensemos sobre a primeira intenção do homem de edificar uma forma maciça com medidas perfeitas.

FILIPE ANDRÉ ALVES

O Filipe investiga entre a poesia, a filosofia e a antropologia evidenciando, através da sua produção de desenhos e esculturas, referências antropocêntricas ou a forma regular do segmento de reta, procurando entender as suas diversas conotações, origens e aplicações.


VALÉRIO ISMAELI

O Valério Ismaeli sublinha uma prática ancestral ao recolher do mar a enorme diversidade de objetos e lixos navegantes que dão corpo às suas mini construções, “maquetes” ou menires, que são devolvidos ao areal para serem apresentados e documentados, encerrando um discurso também ele antropológico e poético em torno da imagem e da forma, mas também da ação do homem.