Links

Subscreva agora a ARTECAPITAL - NEWSLETTER quinzenal para saber as últimas exposições, entrevistas e notícias de arte contemporânea.



ARTECAPITAL RECOMENDA

Outras recomendações:

Andrés Galeano


unknown photographers
Galeria Bessa Pereira, Lisboa

Calcanhar de Aquiles


Nikolai Nekh
MNAC - Museu do Chiado , Lisboa

A Tale of Ingestion


Colectiva
Monitor, Lisboa

Bárbara Balaclava


Thiago Martins de Melo
Maus Hábitos - Espaço de Intervenção Cultural, Porto

Escutar as águas. Obras da coleção Schneider em diálogo com artistas portugueses


Colectiva
Museu do Dinheiro, Lisboa

CORRECTED IMAGINARY


Christopher Dickson
O Palácio, Lisboa

IV Encontros Internacionais de Arte: rememorar o Verão de 1977 nas Caldas da Rainha


Colectiva
Escola Superior de Artes e Design Caldas da Rainha, Caldas da Rainha

Ama as tuas rosas / E...


Pedro Quintas / Alexandre Conefrey
Belo-Galsterer,

CLAREIRA


Manuel Rosa
Sociedade Nacional de Belas Artes, Lisboa

Pensar no vazio


CARLOS MENSIL
Galeria Presença (Porto), Porto

ARQUIVO:

O seguinte guia de exposições é uma perspectiva prévia compilada pela ARTECAPITAL, antecipando as mostras. Envie-nos informação (Press-Release e imagem) das próximas inaugurações. Seleccionamos três exposições periodicamente, divulgando-as junto dos nossos leitores.

 


MARIE JOSÉ BURKI

Às Vezes Sombra, Às Vezes Luz




FUNDAÇÃO CALOUSTE GULBENKIAN
Av. de Berna, 45 A
1067-001 LISBOA

14 SET - 20 NOV 2017


INAUGURAÇÃO: 14 de setembro, 18h30



Às Vezes Sombra, Às Vezes Luz
Marie José Burki

Curadoria : Leonor Nazaré


Marie José Burki (Bienna, Suiça, 1961) trabalha sobretudo em suporte fílmico mas também recorrendo à fotografia, à serigrafia e a objetos em instalações que valoriza do ponto de vista formal e espacial, geométrico, sonoro e linguístico.

Em estruturas narrativas simples ou a partir da captação de momentos expressivos singulares, as personagens de que se acerca são figuras anónimas e banais ou inspiradas em textos literários, que protagonizam uma suspensão no tempo e no espaço, um momento da sensibilidade, do devaneio, do quotidiano, da pose ou da surpresa.

A exposição que realiza no Museu Calouste Gulbenkian – Coleção Moderna é uma adaptação de um projeto realizado para o Centre Régional de la Photographie, Nord Pas-de-Calais à Douchy les Mines e para o Kunsthaus Pasquart de Bienna, na Suíça, durante o ano de 2017.