Links

Subscreva agora a ARTECAPITAL - NEWSLETTER quinzenal para saber as últimas exposições, entrevistas e notícias de arte contemporânea.



ARTECAPITAL RECOMENDA

Outras recomendações:

Fazer de casa labirinto


COLECTIVA
Balcony, Lisboa

Earthkeeping/Earthshaking - arte, feminismos e ecologia


COLECTIVA
Galeria Quadrum, Lisboa

Murmurar na Noite


Sebastião Resende
Mupi Gallery, Porto

Homo Kosmos (cough cough)


Tiago Borges & Yonamine
Galeria Av. Índia, Lisboa

60 Dias - Parte II


COLECTIVA
Kubikgallery, Porto

Fossil


James Newitt
Carpintarias de São Lázaro, Lisboa

Outros Portos - Outros Olhares


Margarida Gouveia, Mina Ao, Peng Yun, Xing Danwen, O Zhang
Maus Hábitos - Espaço de Intervenção Cultural, Porto

Exposição colectiva


Gonçalo Barreiros + John Wood and Paul Harrison
Galeria Vera Cortês (Alvalade), Lisboa

O Mergulho


Pedro Gomes
Casa das Artes de Tavira, Tavira

19_20


Sandra Baía
Travessa da Ermida, Lisboa

ARQUIVO:

O seguinte guia de exposições é uma perspectiva prévia compilada pela ARTECAPITAL, antecipando as mostras. Envie-nos informação (Press-Release e imagem) das próximas inaugurações. Seleccionamos três exposições periodicamente, divulgando-as junto dos nossos leitores.

 


COLECTIVA

Periferias








18 JUN - 04 JUL 2010


INAUGURAÇÃO:
18 de Junho, 21h00



PRESS RELEASE

O MEF - Movimento de Expressão Fotográfica e Oficina da Fotografia / C.M.L. anunciam a Inauguração da Exposição Colectiva do Projecto Periferias, a realizar no dia 18 de Junho às 21 horas, no Campo Grande, nº185.

Cerca de 20 autores apresentam vários trabalhos na área da imagem referentes ao tema Periferias, cuja exposição estará patente até ao dia 4 de Julho e será acompanhada da edição de um catálogo.

Nem dentro nem fora: na periferia. À margem. Quase isso, mas nem tanto. Na fronteira. Na berma. Definindo-se não por si mesmo mas pela proximidade ao outro. Próximo, por oposição ao distante, mas distante, diferente, na relação com o próximo. Ambíguo. Marginal.
Mas nada é apenas central. Neste Universo em que tudo se relaciona com tudo, poderá residir nas periferias o nó da comunicação?
Este é o tema explorado nestes trabalhos, congregando diversos projectos na area da imagem, numa lógica expositiva conjunta que permita revelar semelhanças e aperceber padrões, lançando as bases de uma reflexão estrutural sobre as nossas acções e públicos, sobre a própria forma de definir, pensar e fazer intervenção social.
Poderá a Imagem, com o seu imenso potencial enquanto representação material de ideias, levar-nos a um distanciamento do tema e ajudar-nos a olhar para ele de outra forma, descobrindo novas dimensões e novas posturas?


LOCAL, DATAS E HORÁRIO
De 18 de Junho a 4 de Julho
Quarta a Sexta-feira: das 16h às 20h
Sábado e Domingo: das 14h às 20h
Campo Grande, nº185
(perto da Alam. das Universidades)


O Movimento de Expressão Fotográfica – MEF

O MEF é uma Associação sem fins lucrativos que trabalha, há já 10 anos, na área da imagem, com o particular destaque da Fotografia.
O objectivo do MEF é a sensibilização do grande público para a Arte Fotográfica e para o uso da imagem enquanto estímulo artístico, procurando desenvolver a Fotografia como forma de expressão e valorização pessoal. De um modo geral, as suas actividades delineiam-se entre projectos formativos e expositivos.
No desenvolvimento das suas actividades, o MEF tem dedicado uma parte substancial do seu trabalho à criação de uma plataforma de projectos com instituições e associações ligadas à área da acção social. Neste âmbito, o MEF encontra-se actualmente a desenvolver o Projecto Integrar pela Arte, com o apoio da DGArtes/Ministério da Cultura.