Links

Subscreva agora a ARTECAPITAL - NEWSLETTER quinzenal para saber as últimas exposições, entrevistas e notícias de arte contemporânea.



ARTECAPITAL RECOMENDA

Outras recomendações:

Hangover + Be Part of Chaos (2016-2019)


Carla Filipe
Galeria Francisco Fino, Lisboa

Lendo resolve-se: Álvaro Lapa e a Literatura


ÁLVARO LAPA
Culturgest, Lisboa

2012 2020 Obras da Coleção António Cachola


COLETIVA
Museu de Arte Contemporânea de Elvas , Elvas

Aos Meus Amores_2.0


Álvaro Rosendo
Galeria Cisterna, Lisboa

I can’t see you, but I know you’re here


Rui Calçada Bastos
Galeria Bruno Múrias, Lisboa

pressentir a paisagem. caminho atento para construir chão


Michael Biberstein
Museu Municipal de Faro, Faro

FRIDAY 13TH


Coletiva
Movart, Lisboa

Walk the curve


Ayelen Peressini e Inês Teles
Alto de S. Bento,

No Chão do Paraíso


ALBUQUERQUE MENDES
Auditório Municipal de Gondomar, Gondomar

Estancias de la pintura. Calavera resumida


Pedro Morales Elipe
Museu Nacional de História Natural e da Ciência, Lisboa

ARQUIVO:

O seguinte guia de exposições é uma perspectiva prévia compilada pela ARTECAPITAL, antecipando as mostras. Envie-nos informação (Press-Release e imagem) das próximas inaugurações. Seleccionamos três exposições periodicamente, divulgando-as junto dos nossos leitores.

 


COLECTIVA

Periferias








18 JUN - 04 JUL 2010


INAUGURAÇÃO:
18 de Junho, 21h00



PRESS RELEASE

O MEF - Movimento de Expressão Fotográfica e Oficina da Fotografia / C.M.L. anunciam a Inauguração da Exposição Colectiva do Projecto Periferias, a realizar no dia 18 de Junho às 21 horas, no Campo Grande, nº185.

Cerca de 20 autores apresentam vários trabalhos na área da imagem referentes ao tema Periferias, cuja exposição estará patente até ao dia 4 de Julho e será acompanhada da edição de um catálogo.

Nem dentro nem fora: na periferia. À margem. Quase isso, mas nem tanto. Na fronteira. Na berma. Definindo-se não por si mesmo mas pela proximidade ao outro. Próximo, por oposição ao distante, mas distante, diferente, na relação com o próximo. Ambíguo. Marginal.
Mas nada é apenas central. Neste Universo em que tudo se relaciona com tudo, poderá residir nas periferias o nó da comunicação?
Este é o tema explorado nestes trabalhos, congregando diversos projectos na area da imagem, numa lógica expositiva conjunta que permita revelar semelhanças e aperceber padrões, lançando as bases de uma reflexão estrutural sobre as nossas acções e públicos, sobre a própria forma de definir, pensar e fazer intervenção social.
Poderá a Imagem, com o seu imenso potencial enquanto representação material de ideias, levar-nos a um distanciamento do tema e ajudar-nos a olhar para ele de outra forma, descobrindo novas dimensões e novas posturas?


LOCAL, DATAS E HORÁRIO
De 18 de Junho a 4 de Julho
Quarta a Sexta-feira: das 16h às 20h
Sábado e Domingo: das 14h às 20h
Campo Grande, nº185
(perto da Alam. das Universidades)


O Movimento de Expressão Fotográfica – MEF

O MEF é uma Associação sem fins lucrativos que trabalha, há já 10 anos, na área da imagem, com o particular destaque da Fotografia.
O objectivo do MEF é a sensibilização do grande público para a Arte Fotográfica e para o uso da imagem enquanto estímulo artístico, procurando desenvolver a Fotografia como forma de expressão e valorização pessoal. De um modo geral, as suas actividades delineiam-se entre projectos formativos e expositivos.
No desenvolvimento das suas actividades, o MEF tem dedicado uma parte substancial do seu trabalho à criação de uma plataforma de projectos com instituições e associações ligadas à área da acção social. Neste âmbito, o MEF encontra-se actualmente a desenvolver o Projecto Integrar pela Arte, com o apoio da DGArtes/Ministério da Cultura.