Links

Subscreva agora a ARTECAPITAL - NEWSLETTER quinzenal para saber as últimas exposições, entrevistas e notícias de arte contemporânea.



ARTECAPITAL RECOMENDA


Outras recomendações:

Finissage: Eu nunca emergi | emergir para afundar


Volkan Diyaroglu
Maus Hábitos - Espaço de Intervenção Cultural, Porto

Circular Festival de Artes Performativas


14ª edição
Vários locais/Vila do Conde, Vila do Conde

Open House Lisboa 2018



Vários locais/Lisboa, Lisboa

Festival Exquisito



Vários locais/Lisboa, Lisboa

3ª Mostra das Residências artísticas No Entulho


Igor de Jesus e João Pedro Trindade
ARTWORKS, Póvoa de Varzim

O valor e a utilidade da arte


Jesús Carrillo
Museu do Neo-Realismo, Vila Franca de Xira

ARTE E EDUCAÇÃO EMPOWERING YOUNG PEOPLE


com Mark Miller e Adama Sanneh
Hangar - Centro de Investigação Artistica, Lisboa


Museu como Performance
Museu de Serralves - Museu de Arte Contemporânea, Porto

Programa 3


Problematizar a realidade – encontros entre arte, cinema e filosofia
Goethe-Institut Portugal, Lisboa

QWERTY_mostra de arte digital


COLECTIVA
Espaço MIRA, Porto

ARQUIVO:

O seguinte guia de eventos é uma perspectiva prévia compilada pela ARTECAPITAL, antecipando conferências, seminários, cursos ou outras iniciativas. Envie-nos informação (press-release, programa e imagem) dos próximos acontecimentos. Seleccionamos três eventos periodicamente, divulgando-os junto dos nossos leitores.

 


GEANINE ESCOBAR, KILUANJI KIA HENDA E NÁSTIO MOSQUITO

Novas Perspetivas




MUSEU DE SERRALVES - MUSEU DE ARTE CONTEMPORÂNEA
Rua D. João de Castro, 210
4150-417 PORTO

07 JUN - 07 JUN 2018


Conferência: 7 de Junho, das 18h30 às 20h00, no Auditório de Serralves

O programa de conferências deste ano é dedicado ao tema da descolonização e arte contemporânea. Arquitetos, pensadores e artistas irão partilhar as suas reflexões críticas sobre a relação entre a arte e os processos de descolonização, assim como a ligação das instituições e artes visuais com as questões e desafios atuais relacionados com as histórias coloniais.

Com Geanine Escobar, investigadora, Kiluanji Kia Henda e Nástio Mosquito, artistas e moderação de Joana Gorjão Henriques, jornalista.


::::


ORADORES


Geanine Escobar, investigadora

Doutoranda do Programa Doutoral em Estudos Culturais - Universidades de Aveiro e do Minho - Portugal (2015-2019) e Bolsista CAPES - Doutorado Pleno no Exterior. Mestra em Memória Social e Património Cultural pela Universidade Federal de Pelotas - UFPel (2012-2014). Graduada em Bacharelado em Conservação e Restauro de Bens Culturais Móveis pela mesma instituição (2008-2011). É pesquisadora associada e membro do Comitê Científico da ABPN - Associação Brasileira de Pesquisadores (as) Negros (as), na qual atua como Coordenadora da Área de Memória e Patrimônio. Atualmente compõe o Grupo de Investigação em Gênero e Performance organizado pelo Doutoramento em Estudos Culturais - Universidade de Aveiro.


Kiluanji Kia Henda, artista

O interesse de Kia Henda pelas artes visuais surge por ter crescido num meio de entusiastas da fotografia. A ligação com a música e o teatro de vanguarda, fizeram parte da sua formação conceptual, tal como a colaboração com coletivos de artistas em Luanda. Participou em vários programas de residências em cidades como Veneza, Cidade do Cabo, Paris, Amman e Sharjah, entre outras.
Participou também nas seguintes exposições selecionadas: 1ª Trienal de Luanda, 2007; Check List Luanda Pop, Pavilhão Africano, Bienal de Veneza, 2007; Farewell to Post-Colonialism, Trienal de Guangzhou, 2008; There is always a cup of sea to sail in, 29ª Bienal de São Paulo, 2010; Tomorrow Was Already Here, Museu Tamayo, Cidade do México, 2012; Les Prairies – Les Ateliers de Rennes,
2012; Mondays Begins on Saturday, 1ª Trienal de Bergen, 2013; The Shadows Took Shape, The Studio Museum of Harlem, Nova Iorque, 2013; Producing the Common, Dakar Biennale, Dakar, 2014; The Divine Comedy, Museum für Moderne Kunst, Francoforte and Smithsonian Institute, Washington, 2014; Surround the Audience, New Museum Triennial, New York, 2015; Museum (Science) Fictions – MUSEUM ON/OFF, Centre George Pompidou, Paris, 2016; TATE Liverpool, Constellations, 2016.
Em 2012, ganhou o Prémio Nacional da Cultura e Artes, outorgado pelo Ministério da Cultura de Angola e, em 2017 venceu o Frieze Artist Award em Londres.


Nástio Mosquito, artista

Artista multimédia conhecido pelas suas performances, vídeos, música e poesia que revelam um compromisso ativo com as potencialidades ilimitadas da linguagem. Facilmente mal interpretado como uma espécie de cansaço com o estado do mundo, é na verdade a expressão única de um desejo urgente de se envolver com a realidade a todos os níveis.


Moderação de Joana Gorjão Henriques, jornalista

Jornalista do PÚBLICO desde 2000, participou no lançamento do novo suplemento de cultura Ípsilon, onde esteve como editora adjunta. Foi bolseira da Nieman Foundation for Journalism na Universidade de Harvard, EUA. Autora do livro Racismo em Português, sobre o lado africano da história colonial, e do livro Racismo no País dos Brancos Costumes, sobre o racismo estrutural e institucional em Portugal, recebeu vários prémios de jornalismo: o Prémio AMI - Jornalismo contra a Indiferença, o prémio e uma menção honrosa de Jornalismo de imprensa escrita de Direitos Humanos e Integração, da Comissão Nacional da UNESCO e da Secretaria Geral da Presidência do Conselho de Ministros, uma menção honrosa da fundação Corações com Coroa, e duas vezes o prémio de imprensa escrita Comunicação "Pela Diversidade Cultural" do Alto Comissariado para as Migrações.