Links

Subscreva agora a ARTECAPITAL - NEWSLETTER quinzenal para saber as últimas exposições, entrevistas e notícias de arte contemporânea.



ARTECAPITAL RECOMENDA


Outras recomendações:

Verão Azul


Coletiva
Lagos e Faro,

As escolhas dos críticos


Paulo Pires do Vale
Museu Coleção Berardo, Lisboa

UM OLHAR PARA A ARTE CONTEMPORÂNEA


Sofia Ponte
Museu de Serralves - Museu de Arte Contemporânea, Porto

Arquiteturas Film Festival


Colectiva
Cinema Fórum Lisboa, Lisboa

PRIVATE: WEAR A MASK WHEN YOU TALK TO ME


Alexandra Bachzetsis
Museu de Serralves - Museu de Arte Contemporânea, Porto

Percursos de Desobediência



Fundação Calouste Gulbenkian, Lisboa

Nos Interstícios da Realidade ou o Cinema de António de Macedo


João Monteiro
Cinemateca, Lisboa

on portrait / sobre o retrato


jornada de estudos
FBAUL - Faculdade de Belas Artes da Universidade de Lisboa, Lisboa

Fade Into Nothing


PAULO FURTADO, PEDRO MAIA, RITA LINO
CAV - Centro de Artes Visuais, Coimbra

A Imagem Paradoxal


Francisco Afonso Chaves
Museu Nacional de História Natural, Lisboa

ARQUIVO:

O seguinte guia de eventos é uma perspectiva prévia compilada pela ARTECAPITAL, antecipando conferências, seminários, cursos ou outras iniciativas. Envie-nos informação (press-release, programa e imagem) dos próximos acontecimentos. Seleccionamos três eventos periodicamente, divulgando-os junto dos nossos leitores.

 

share |

PEDRO CABRITA REIS

Cântico Negro




GALERIA JOÃO ESTEVES DE OLIVEIRA
Rua Ivens, 38
1200-224 LISBOA

19 JUN - 19 JUN 2017


No próximo dia 19 de junho, 2ª feira, pelas 19 horas, a Galeria João Esteves de Oliveira fará o lançamento do livro
Cântico Negro, o título do poema de José Régio que dá o nome à obra agora mostrada. Para além do óbvio – o próprio poema de Régio, a folha de rosto e o colofon – cada uma das 20 caixas contém um deslumbrante e imponente desenho de Cabrita Reis, em acetona e pigmentos, materiais trabalhados em folhas de 200 x 126 cm.

Esta aventura, que agora desagua na Galeria, começou há quase 3 anos, no Leblon, no Rio de Janeiro, durante a inauguração de uma exposição do Pedro, onde os editores, Leonel Kaz e Lucia Bertazzo com ele se encontraram pela primeira vez.

2 anos mais tarde deu-se novo encontro, agora em Lisboa. Conclusivo, desta feita.