Links

Subscreva agora a ARTECAPITAL - NEWSLETTER quinzenal para saber as últimas exposições, entrevistas e notícias de arte contemporânea.



ARTECAPITAL RECOMENDA


Outras recomendações:

Finissage: Eu nunca emergi | emergir para afundar


Volkan Diyaroglu
Maus Hábitos - Espaço de Intervenção Cultural, Porto

Circular Festival de Artes Performativas


14ª edição
Vários locais/Vila do Conde, Vila do Conde

Open House Lisboa 2018



Vários locais/Lisboa, Lisboa

Festival Exquisito



Vários locais/Lisboa, Lisboa

3ª Mostra das Residências artísticas No Entulho


Igor de Jesus e João Pedro Trindade
ARTWORKS, Póvoa de Varzim

O valor e a utilidade da arte


Jesús Carrillo
Museu do Neo-Realismo, Vila Franca de Xira

ARTE E EDUCAÇÃO EMPOWERING YOUNG PEOPLE


com Mark Miller e Adama Sanneh
Hangar - Centro de Investigação Artistica, Lisboa


Museu como Performance
Museu de Serralves - Museu de Arte Contemporânea, Porto

Programa 3


Problematizar a realidade – encontros entre arte, cinema e filosofia
Goethe-Institut Portugal, Lisboa

QWERTY_mostra de arte digital


COLECTIVA
Espaço MIRA, Porto

ARQUIVO:

O seguinte guia de eventos é uma perspectiva prévia compilada pela ARTECAPITAL, antecipando conferências, seminários, cursos ou outras iniciativas. Envie-nos informação (press-release, programa e imagem) dos próximos acontecimentos. Seleccionamos três eventos periodicamente, divulgando-os junto dos nossos leitores.

 


ALEXANDRA BACHZETSIS

PRIVATE: WEAR A MASK WHEN YOU TALK TO ME




MUSEU DE SERRALVES - MUSEU DE ARTE CONTEMPORÂNEA
Rua D. João de Castro, 210
4150-417 PORTO

12 OUT - 13 OUT 2017


PRIVATE: WEAR A MASK WHEN YOU TALK TO ME
12 OUT | QUI | 21h30
Auditório de Serralves

PRIVATE SONG
13 OUT | SEX | 21h00
Teatro Nacional São João


Alexandra Bachzetsis é uma das mais importantes coreógrafas da atualidade. O seu trabalho incorpora performance, dança e artes visuais.Participou recentemente na Documenta 14 -Atenas e Kassel, 2017- onde estreou mundialmente Private Song.

O solo PRIVATE: Wear a mask when you talk to me, interpretado pela coreógrafa, explora a reprodução dos comportamentos quotidianos de género e de identidade sexual, enquanto Private Song, peça dançada por Bachzetsis e dois bailarinos (Thibault Lac e Sotiris Vasiliou), aborda a construção social e coletiva de sentimentos e de comportamentos corporalmente sexualizados, dos códigos do rebetiko (um tipo de música popular urbana da Grécia) à cultura popular contemporânea.