Links

NOTÍCIAS


ARQUIVO:

 


PLANOS PARA O MUSEU PICASSO EM AIX-EN-PROVENCE FORAM INTERROMPIDOS

2020-09-24




Os planos para um museu dedicado a Pablo Picasso e a sua segunda esposa Jacqueline Roque, que deveria ser inaugurado no próximo ano em Aix-en-Provence, França, foram por agora abandonados. De acordo com uma reportagem do Art Newspaper, o Musée Jacqueline et Pablo Picasso, que teria cerca de 1.000 pinturas do artista, fracassou como resultado de uma negociação entre a câmara da cidade francesa e a filha de Jacqueline e enteada de Picasso, Catherine Hutin -Blay, que chefiou o projeto da instituição.

A instituição foi criada para receber no antigo convento de Couvent des Prêcheurs, e o conselho municipal votou em 2017 para vender a propriedade e o espaço da igreja anexa à empresa Madame Z, propriedade de Hutin-Blay, por € 11,5 milhões ( cerca de $ 13,5 milhões).

Maryse Joissains Masini, presidente da câmara de Aix-en-Provence, anunciou que os planos para o museu foram cancelados porque o conselho municipal não conseguiu chegar a um acordo com Hutin-Blay para a venda. Couvent des Prêcheurs foi avaliado em € 12,5 milhões (cerca de US $ 14,6 milhões) pela agência imobiliária France Domaines, mas oferecido a um preço mais baixo devido ao “forte interesse local” no projeto.

Hutin-Blay terá recusado aceitar uma cláusula na venda que exigia que o Couvent des Prêcheurs funcionasse como um museu por pelo menos 15 anos. Joissains Masini escreveu num comunicado no Facebook que os planos para o museu também envolviam "longas negociações" com a diocese sobre a igreja adjacente, e que o preço reduzido do imóvel foi uma "escolha política, ditada tanto pelo grande interesse público para o projecto e pela vontade municipal de acolher o museu.”

A presidente da câmara concluiu na sua declaração: "Se Catherine Hutin concordar em assinar o compromisso com a Cláusula de Atribuição e apresentar uma lista não exaustiva das obras de Pablo Picasso que possam ser exibidas neste local cultural, teremos todo o prazer em revisitar a viabilização este fantástico projeto."

Fonte: ARTnews