Links

NOTÍCIAS


ARQUIVO:

 


MONÓLITO MISTERIOSO É DESCOBERTO NO DESERTO DO UTAH NOS ESTADOS UNIDOS

2020-11-26




Nota prévia: Esta notícia tem sofrido atualizações nos últimos dias.

Atualização | Um porta-voz de David Zwirner disse ao The Art Newspaper: "Embora esta não seja uma obra do falecido artista americano John McCracken, suspeitamos que seja uma obra de um colega artista em homenagem a McCracken."

Um objeto misterioso que lembra as esculturas do falecido artista minimalista John McCracken - ou os monólitos construídos por alienígenas no clássico de ficção científica de Stanley Kubrick 2001: Uma Odisséia no Espaço - foi descoberto numa área remota do deserto de Utah, gerando teorias que variam desde a visita de extraterrestres a uma instalação vanguardista.

Biólogos da Divisão de Vida Selvagem do Utah avistaram o monólito de um helicóptero enquanto realizavam uma contagem de rotina de carneiros selvagens nesta área. A localização do monólito não foi divulgada, mas imagens aéreas mostram o objeto instalado dentro de um desfiladeiro de rocha vermelha e sugerem que este se encontra algures no sul do Utah, que tem uma paisagem topológica distinta.

De acordo com Bret Hutchings, o piloto do helicóptero, o monólito, que parece ser feito de aço ou metal, tem entre 10 e 12 pés de altura e provavelmente foi instalado no local em vez de ter caído do céu por visitantes extraterrestres. “Presumo que seja algum artista new wave ou algo assim ou, você sabe, alguém que foi um grande fã de 2001: Um fã do Odisséia no Espaço”, disse Hutchings à KSL news

Nenhum artista apareceu para reivindicar a autoria do monólito, e David Zwirner, que representa McCracken, não respondeu a um pedido de comentário no momento da redação deste artigo. Não há registo conhecido do trabalho do artista instalado no deserto do Utah, embora McCracken vivesse entre o norte do Novo México e Nova York até à sua morte em 2011.

O deserto do sudoeste dos Estados Unidos tem uma história rica e célebre de Land Art e, especialmente, de obras que retêm magia e mistério por serem amplamente inacessíveis ou difíceis de localizar, desde a magnum opus de 1970 de Robert Smithson, Spiral Jetty no Grande Lago Salgado até Michael Heizer 1969 Double Negative perto da fronteira do Utah em Nevada.

Fonte: The Art Newspaper