ROCK GALLERY




Inkjet prints, Ed. 1/3, 60x80 cm


Inkjet pints, Ed. 1/3, 60x80 cm


Inkjet prints, Ed.1/3, 60x80 cm


Inkjet prints, Ed. 1/3, 120x80 cm


Inkjet prints, Ed. 1/3, 60x80


Inkjet prints, Ed.1/3, 60x80 cm


Inkjet pints, Ed.1/3, 60x80 cm


Inkjet prints, Ed. 1/3, 60x80

Exposições anteriores:

2010-06-18


Joana da Conceição - Australia




2010-04-15


Dani Soter - Do começo ao fim




2010-01-16


Jorge Lopes - very contemporary




2009-11-12


A KILLS B - Dimensão Radial




2009-09-04


João Gonçalves - Do Subterrâneo Opaco




2009-05-13


Ana Leonor - Quando uma cozinha sonha II - Pintura




2009-03-21


Francisco Janes - o concílio




2009-01-29


inferno: apareceu em rio tinto




2008-11-15


Tatiana Macedo - Boys need yoga too




2008-09-17


Cristina Robalo




2008-06-11


Tiago Borges - Futurism vs. We Are The World




2008-04-28


Nádia Duvall




2008-03-25


Marta Sicurella - RIF, 2007




share |

Tatiana Macedo - Boys need yoga too


Licenciada em Fine Arts na Central Saint Martins College of Art and Design, University of Arts, Londres em 2004, desde então tem mostrado o seu trabalho de forma consistente em projectos em Lisboa e no estrangeiro. Em 2005 frequentou o primeiro Programa Gulbenkian Criatividade e Criação Artística em Fotografia e em 2007 foi uma das artistas seleccionadas para a Residência Internacional “Sítio das Artes” no Centro de Arte Moderna da Fundação Calouste Gulbenkian. No presente ano ganhou uma bolsa da Fundação Oriente para desenvolver um novo trabalho em Xangai.
Vive e trabalha em Lisboa.


Xangai Girls Do It Better

São apenas breves segundos, numa parte tipo “boy-meets-girl”, do vídeo de 1986, “Papa Don’t Preach”. São breves mas suficientemente significativos. Vemos Madonna encostada às grades de um jardim com as amigas, a trocar olhares com o seu interesse amoroso no vídeo, enquanto vestia uma t-shirt que declarava “Italians Do It Better”. Assumindo e proclamando, entre outras coisas, a sua ascendência italiana em tom de provocação jovial e bem disposta. Tornou-se massiva a utilização da t-shirt slogan, ou “statement”. Todas as grandes marcas de roupa, ou grandes cadeias de lojas têm hoje as suas, copiando afincadamente as que se tornaram de culto, noutras décadas. Já foi atitude punk, hoje é statement diário H&M.

As imagens que vemos nesta exposição são uma parte do trabalho resultante de uma viagem de Tatiana Macedo à China, no Verão de 2008. Quando decidiu passar dois meses em Xangai, não foi cheia de ideias pré-definidas sobre o que iria desenvolver, investigar. Decidiu deixar coisas em aberto, para tentar perceber o que a cidade lhe proporcionava. Uma coisa é sempre certa. A fotografia é o seu suporte primordial. Em todas as suas múltiplas abordagens, seja mais documental, mais propositadamente “promocional”, mais conceptual. O importante em cada projecto seu é a maneira como se relaciona com o sujeito que escolhe, como se tentasse relatar e reflectir o seu contexto social, sem nunca o transformar num número ou numa percentagem. Para nos obrigar a pensar exaustivamente no outro, naquele que não somos nós. Naquilo que nos aproxima, ou no que supostamente nos afasta.

Em Xangai, ao fotografar quem passava na rua apercebeu-se de uma diferença marcante. As raparigas naquela cidade não usavam calças de ganga, não usavam roupa “casual”. Estavam sempre ultra femininas, bem vestidas, arranjadas. Os rapazes a seu lado eram quase invisíveis, não se destacavam. Foi irresistível, passou dois meses a fotografar as mulheres no metro, na rua, a comer, a divertirem-se. Em cada imagem relaciona-se sempre com uma mulher, de cada vez, por um breve instante. Temos a sensação que sem o conhecimento destas. Sentimos que quase sorrateiramente, a artista investiga as jovens raparigas chinesas. Investiga também, obviamente, o seu papel na China de hoje.

Durante o processo viu uma rapariga, por breves segundos, com uma t-shirt rosa-choque com letras a preto em jeito de statement - “Boys Need Yoga Too”. Não conseguiu retirar a tempo a câmara fotográfica e não registou esse momento, mas essa pequena declaração acabou por motivar uma série de reflexões agora apresentadas.

Susana Pomba


Xangai Girls Do It Better

They’re only brief moments, in a “boy-meets-girl” part of the 1986 video “Papa Don’t Preach”. They are brief but sufficiently significant. We see Madonna leaning against a garden fence with her girl friends, exchanging looks with her beloved, whilst wearing a t-shirt, which says ““Italians Do It Better”. She was assuming and proclaiming, amongst other things, her Italian background in a provocative, young, and lively manner.
The use of slogan or statement t-shirts became massive. Every big clothes brand has their own, boldly copying the ones that became icons in other decades. It has previously been a punk attitude, now it’s everyday H&M statement.

The images we see in this series are part of a work made by Tatiana Macedo in a trip to China, in the summer of 2008. When she decided to spend two months in Shanghai, she did not go with her head full of preconceived ideas, on what she was to investigate or work on. Instead she left things open to try and understand what the city had to tell. One thing is always certain: photography is her medium. In all her multiple approaches to the medium: conceptual, documentary or intentionally “promotional”. The important aspect of her projects is the way she engages with the subjects she chooses, as if trying to convey and reflect its social context, without ever transforming it in numbers or percentages. To force us to think exhaustively in the “other”, the one who is different from “us”, in what brings us together or apart.

In Shanghai, photographing the passer-by, she noticed a remarkable difference: the girls in that city didn’t wear jeans; they didn’t dress “casual”. They were always ultra-feminine, always dressed-up. The boys, on the other end, were almost invisible. It was irresistible; she spent two months photographing women on the subway, having their meals, having fun. In every image she relates with one single woman, at a time, for a brief moment. We have the feeling that they are not conscious of this. We feel that almost hiding she investigates Chinese women and ultimately their role in today’s China.

During this process she saw a girl, for brief seconds, with a t-shirt saying “BOYS NEED YOGA TOO”, she couldn’t get her camera out on time to make the picture but that small statement ended up motivating a series of reflections that she now presents.

Susana Pomba

(Art journalist and assistant curator)


A ROCK Gallery localiza-se no edifício TransBoavista, especificamente na Rua da Boavista 84, em Lisboa. Apresenta-se como uma galeria com o intuito de promover exposições de artistas -emergentes- com uma visão actual da arte contemporânea, e um percurso construido no séc. XXI. É uma galeria inquietante e de emoção.
A ROCK Gallery preconiza o ideal de actuar como uma interacção de novas ideias, de forma a criar o perfeito contexto para artistas, críticos e coleccionadores.

Horário: Terça a Sábado, das 14:00 às 19:30H
Rua da Boavista 84, 2º and - sala 5
1200-068 Lisboa / Portugal



Tel: +351 213 433 259
Tm: +351 96 110 65 90
Email: vpf.rockgallery@gmail.com

Rock Gallery presents itself as a gallery with the intention of promoting exhibitions of young artists with a current vision of the contemporary art, and a distance set up as the XXI century. It extols the ideal of acting like an interaction of new ideas of form to create the perfect context for artists, critics and collectors.
Rock Gallery came out of the need to give a change to young artists show their works, on the other side like it is consequence of the strategy that begun with the opening in 2005 of the expositive spaces VPFCream Art and Platform Revolver in the same building


















Inkjet prints, Ed. 1/3, 80x120 cm


Inkjet prints, Ed. 1/3, 80x120 cm


Inkjet prints, Ed. 1/3, 80x120 cm


Inkjet prints, Ed. 1/3, 80x120 cm


Inkjet prints, Ed. 1/3, 60x80



« voltar à Artecapital.netmotiondesign.