Links

NOTÍCIAS


ARQUIVO:

 


EXPOSIÇÃO `URGENT ARTS OF LIVING´ VENCE PRÉMIO PARALLEL 2019

2019-12-06




A exposição 'Urgent Arts of Living', focada nas alterações climáticas e patente em Lisboa até 14 de dezembro, é a vencedora do prémio Parallel 2019, foi hoje anunciado.

O conjunto expositivo organizado pela curadora emergente espanhola Cale Garrido - e que apresenta fotografias da eslovena Ana Zibelnik, do português Fábio Cunha e da francesa Marie Lukasiewicz, é o distinguido por ter a abordagem mais inovadora, demonstrando um conceito curatorial forte e provocador", refere a organização que atribui o prémio, num comunicado hoje divulgado.

'Urgent Arts of Living' é uma das sete exposições do Parallel Review Lisboa, patentes até ao dia 14 de dezembro, em Alvalade, que apresentam trabalhos de 16 artistas emergentes, produzidas durante o ano de 2019.

O prémio Parallel "distingue os criadores emergentes na área da fotografia contemporânea participantes no segundo ciclo da Parallel - European Photo Based Platform", plataforma cofinanciada pelo programa Europa Criativa da União Europeia, e liderada pela associação cultural portuguesa Procur.arte.

Para o júri do prémio Parallel 2019, "constituído por profissionais de reconhecido mérito na área da fotografia contemporânea", a exposição vencedora "recorda que a abordagem afetiva das artes em geral, e da fotografia em particular, a realidades como as alterações climáticas ou as desigualdades sociais, pode ter um papel relevante no despertar de consciências que não se deixam tocar por factos e números".

Depois de Lisboa, 'Urgent Arts of Living' estará patente no Centre Culturel de Rencontre Abbaye de Neumünster, no Luxemburgo.

As exposições do Parallel Review Lisboa estão patentes em Lisboa no nº11 da Rua do Centro Cultural.

Os cerca de 180 trabalhos patentes ao público em Lisboa são da autoria de um grupo de criadores de diversas origens culturais, nomeadamente da Turquia, Dinamarca, Portugal e Polónia.

As exposições foram já apresentadas na galeria Le Château d'Eau (Toulouse-França); no The Finnish Museum of Photography (Helsínquia, Finlândia); na Kaunas Photo Gallery (Kaunas, Lituânia); no festival PhotoIreland (Dublin,Irlanda); na Galleri Image (Aarhus, Dinamarca), na ISSP Gallery (Riga, Letónia) e na revista suíça YET.


Fonte: Cultura ao Minuto