Links

NOTÍCIAS


ARQUIVO:

 

share |

CATÁLOGO DAS EXPOSIÇÕES "A IMAGEM PARADOXAL" LANÇADO HOJE EM PONTA DELGADA

2017-07-26




O catálogo das três exposições "A Imagem Paradoxal: Francisco Afonso Chaves (1857-1926)", o cientista que também se distinguiu na fotografia, vai ser lançado na quarta-feira, em Ponta Delgada, nos Açores.

"O catálogo é, realmente, a peça desta trilogia das exposições que vai fixar para a posteridade o conhecimento que se adquiriu ao longo de vários anos de investigações, por parte do professor Victor dos Reis e de Emília Tavares, no âmbito da preparação destas exposições", afirmou à agência Lusa João Paulo Constância, coordenador executivo da mostra e curador das coleções de Fotografia e História Natural do Museu Carlos Machado.

Segundo João Paulo Constância, o catálogo "vai permitir, também, dar a conhecer um número muito significativo de fotografias do coronel Afonso Chaves, que podem ser vistas em três dimensões", dado que "inclui um visor que permite ver as fotografias estereoscópicas impressas".

Segundo uma nota de imprensa do executivo açoriano, o catálogo, "totalmente inovador em Portugal e exemplo raro em termos internacionais", inclui "um visor equipado com lentes estereoscópicas, que permite a perceção 3D de todas as fotografias estereoscópicas de Afonso Chaves nele reproduzidas, além de separadores de capítulo especialmente concebidos nesse sentido".

A edição, em português e inglês, tem cerca de 270 páginas e foi coordenado por Victor dos Reis e Emília Tavares, sendo constituído por 386 reproduções, das quais 374 são fotografias de Afonso Chaves.

Com diversos textos, no catálogo destacam-se cinco ensaios especializados da autoria de Conceição Tavares (Centro Interuniversitário de História das Ciências e da Tecnologia, da Universidade de Lisboa), Emília Tavares (curadora de Fotografia e Novos Media do Museu Nacional de Arte Contemporânea -- Museu do Chiado, em Lisboa), Nicholas Wade (Universidade de Dundee, Escócia), Victor Flores (Escola de Comunicação, Arquitetura, Artes e Tecnologias da Informação da Universidade Lusófona de Humanidades e Tecnologias) e Victor dos Reis (Faculdade de Belas-Artes da Universidade de Lisboa).

A primeira exposição, "A Imagem Paradoxal: Francisco Afonso Chaves (1857-1926)", realizou-se no Museu Nacional de Arte Contemporânea -- Museu do Chiado, em Lisboa, de 13 de outubro de 2016 a 26 de fevereiro de 2017.

No Museu Nacional de História Natural e da Ciência, também em Lisboa, a mostra abriu portas a 10 de fevereiro e fecha a 30 de setembro próximo, enquanto em Ponta Delgada está patente no Museu Carlos Machado desde 24 de março, onde permanecerá até 03 de setembro.

De acordo com a organização, as três exposições "abordam a singularidade do trabalho fotográfico de Afonso Chaves, executado quase exclusivamente no processo de estereoscopia, e assente numa rara interação e até fusão entre arte e ciência, combinando a curiosidade do cientista e a sensibilidade do fotógrafo".

O papel de Francisco Afonso Chaves, no desenvolvimento científico em Portugal, é considerado fundamental pelos especialistas, sobretudo devido aos seus vastos interesses, desde a meteorologia à geologia, geofísica, vulcanologia, sismologia e biologia.

As imagens que Afonso Chaves captou entre 1901 e 1926, ano da sua morte, revelam o cientista que encontrou, no processo estereoscópico, um elemento fundamental do seu trabalho de observação, registo e arquivo.

Afonso Chaves também participou na formação do Serviço Meteorológico dos Açores e na posterior criação de um serviço meteorológico internacional, e foi o primeiro diretor do Museu Carlos Machado.

O lançamento, que vai também decorrer em setembro, em Lisboa, decorre no Núcleo de Santa Bárbara do Museu Carlos Machado, que alberga cerca de 6.000 fotografias tiradas por Afonso Chaves.

A apresentação do catálogo, às 18:00 locais (mais uma hora em Lisboa), cabe a Margarida Medeiros, investigadora, especialista em fotografia e docente da Faculdade de Ciências Sociais e Humanas da Universidade Nova de Lisboa.


Fonte: Diário de Notícias