Links

NOTÍCIAS


ARQUIVO:

 


CATORZE FILMES, DOIS DELES NACIONAIS, NO PORTO/POST/DOC 2018

2018-11-02




Catorze filmes, incluindo dois portugueses, vão a concurso na competição internacional do 5.º Festival Porto/Post/Doc, que decorrerá no Porto entre 24 de novembro e 02 de dezembro, foi hoje anunciado.

"Sobre tudo e sobre nada", um documentário de Dídio Pestana, e "Hálito azul", de Rodrigo Areias, são as presenças nacionais no certame que atribuirá um prémio de três mil euros ao vencedor, revelou a organização em conferência de imprensa.


O diretor do festival, Dario Oliveira, elegeu à agência Lusa a competição internacional como "o ponto alto do festival", num espaço onde serão "apresentados os filmes mais recentes e que representa um enorme desafio para o público".

A par da competição, a presença portuguesa de quase meia centena de filmes entre as várias competições, os focos de autor, os filmes feitos em ambiente escolar na competição Cinema Novo e nas mostras das várias escolas, foram outros dos destaques feitos por Dario Oliveira.

"Em 130 filmes, que é o total das apresentações ao longo dos nove dias, temos quase 50 filmes portugueses, que para nós é um ponto alto do festival", enfatizou o diretor.

Para Dario Oliveira serão nove dias que "revelarão mais do mundo", apresentando desde a "propaganda na Rússia, a etnografia na costa do Peru ou em Trás-os-Montes, o conflito armado em Donbass, [na Ucrânia], a transexualidade no Brasil e a prostituição no Japão", numa viagem que celebra também o "segundo ano do nascimento de uma nova nação: o Kosovo".

"Quando pensámos este festival, e temos um projeto que honramos a cada edição, pensámos em pessoas que entendem o cinema para além de um divertimento. Ele está cá, o próprio filme de abertura é puro divertimento, mas é uma história real sobre a condição humana, e o cinema é isso mesmo, é uma forma de expressão artística popular", salientou.

Numa pré-seleção que obrigou ao visionamento de "mais de 700 filmes", segundo aquele responsável, a organização quis reunir obras "que retratem desgraças, mas também réstias de esperança que persistem na sociedade".

Na competição do Cinema Novo concorrerão sete filmes de universidades e politécnicos portugueses ou de realizadores portugueses a estudar no estrangeiro, enquanto no Cinema Falado a quinta edição "apresenta uma seleção heterogénea".

A parceria com a Associação Zero - Associação Sistema Terrestre Sustentáveis traz para o Porto/Post/Doc a temática da sustentabilidade ambiental, com a projeção de "filmes sobre as histórias das famílias ligadas ao movimento ?Pessoas pelo Clima'".

Haverá ainda uma retrospetiva da obra de António Reis e Margarida Cordeiro enquanto o IV Encontro Profissional de Co-produção Luso-Galaíco vai decorrer pela primeira vez em Portugal.

Ao longo dos nove dias, o Porto/Post/Doc vai distribuir-se pelo Teatro Rivoli, cinema Passos Manuel, Escola de Belas Artes do Porto, Planetário e no cinema Trindade.


Fonte: Notícias ao Minuto